© Adriano Gambarini / WWF-Brasil
A região é fonte de vida de diversas espécies animais e vegetais. Ao todo são pelo menos 4.7 mil espécies, sendo 263 espécies de peixes, 122 de mamíferos, 93 de répteis, 656 de aves e 1.032 de borboletas.


 

Interdependência da planície e do planalto

O Pantanal depende da manutenção do ciclo hidrológico, que permite o subir e baixar das águas e a interdependência da planície inundável com o planalto. É o ciclo das águas - que sobem no período das chuvas e baixam na estiagem - o responsável pela rica biodiversidade do Pantanal. Qualquer mudança nesse ciclo pode comprometer os ecossistemas e modificar toda essa paisagem.

Dados apontam que o Pantanal brasileiro gera aproximadamente US$ 112 bilhões por ano em serviços ambientais, mantendo-se conservado. Este número se traduz em 5% do PIB nacional. E se convertido em áreas agropecuárias, estimam-se US$ 414 milhões anuais cujos benefícios serão mais individuais do que coletivos.
 

Veja também:




 

Ciclo das águas no Pantanal

DOE AGORA
DOE AGORA