© WWF-Brasil
A parte alta da Bacia do Alto Paraguai (BAP), região com extensão total de aproximadamente 368 mil km², já perdeu 58% de sua cobertura vegetal original, o que é preocupante, pois é justamente no planalto que se concentra a maior parte das nascentes que alimentam o bioma.

Um estudo realizado pelo WWF-Brasil, TNC e Centro de Pesquisas do Pantanal, com apoio de HSBC e Caterpillar, apontou as principais ameaças que afetam cada vez mais essa sensível e vulnerável região. São elas: desmatamento, erosões e sedimentação por manejo inadequado de terras para agropecuária; crescimento urbano e populacional associada a obras de infraestrutura, como rodovias, barragens, portos, hidrovias e barramentos hidrelétricos podem alterar o regime hídrico natural do Pantanal.



Por sua grande relevância, o Pantanal foi decretado Patrimônio Nacional, pela Constituição de 1988, e Patrimônio da Humanidade e Reserva da Biosfera, pelas Nações Unidas, em 2000.
 

Veja também:





O Pantanal

DOE AGORA
DOE AGORA