Retrospectiva 2020: Cerrado ainda não recebe a atenção que merece | WWF Brasil

Retrospectiva 2020: Cerrado ainda não recebe a atenção que merece



28 dezembro 2020    
Desenvolvimento econômico com conservação e recuperação do Cerrado
© André Dib/WWF-Brasil
Promovemos diversas ações para proteger o Cerrado e seus habitantes, ao conscientizar sobre a imensa importância ambiental e social da conservação do bioma

Por WWF-Brasil

Na crise das queimadas que devastou o Brasil em 2020, enquanto o mundo voltava os olhos para a Amazônia e para o Pantanal, o Cerrado também era severamente atingido pelas chamas, com 63.032 alertas de fogo registrados entre 1 de janeiro e 7 de dezembro de 2020. Menos conhecido que a floresta Amazônica, o Cerrado não recebeu tanta atenção, apesar de sua grande importância ambiental e econômica.  

Os impactos das queimadas foram especialmente graves no Cerrado por conta da extrema vulnerabilidade do bioma que, de agosto de 2019 a julho de 2020, teve 7,3 mil km2 desmatados -ou 12,3% a mais do que o total registrado no período anterior. O devastação foi maior nos estados do Maranhão, Tocantins e Bahia, que fazem parte do território do Matopiba, atual fronteira agrícola do Cerrado que também inclui o Piauí.

Com o intuito de reduzir o desmatamento no bioma, em setembro, várias instituições da Coalizão Brasil Clima, Florestas e Agricultura, incluindo o WWF-Brasil, coordenaram um estudo sobre a rastreabilidade da carne bovina no Brasil, mostrando que é possível monitorar a origem da carne no Cerrado (e também na Amazônia). 

Em outubro, uma parceria entre o WWF-Brasil e a Associação Quilombola Kalunga, de Goiás, deu aos membros das 39 comunidades locais reforço tecnológico para ampliar suas ações de monitoramento territorial. A associação recebeu um computador, uma câmera e um drone, que vão agilizar o trabalho de monitoramento já realizado pelas comunidades, e moradores receberam capacitação para pilotar o drone. 

Ao longo de 2020, nossa atuação no Cerrado também ajudou a divulgar e aprofundar importantes discussões sobre o bioma. Uma delas é a necessidade de desenvolvimento de novos mecanismos financeiros verdes, capazes de contribuir efetivamente com a conservação e recuperação do Cerrado. 

Conscientização
Em junho de 2020, em parceria com a Rede Cerrado, a Campanha Cerrados foi lançada com o objetivo de, através de histórias reais de populações locais, que mostram os desafios humanos e ambientais da região, sensibilizar a valorização do bioma. Com 10 episódios, o podcast "Cerrados" ficou entre os mais ouvidos de 2020 no Spotify.

Em julho, a riqueza da sociobiodiversidade do Cerrado foi tema de "Tão Sertão", quadro que faz parte de 12 programas "Rádio do Mosaico", veiculado em rádios comunitárias da região do Mosaico Sertão Veredas Peruaçu -uma junção de 31 áreas protegidas. A iniciativa do WWF-Brasil, com apoio do Fundo CEPF (sigla em inglês para Critical Ecosystem Partnership Fund), chamava a atenção para as graves ameaças que pairam sobre o bioma. 

Em agosto, Elos do Cerrado -que promovemos em parceria com diversas organizações- abriu espaço para mais discussões sobre os desafios de conservação do Cerrado. Além de 16 rodas de conversa, o evento contou com a Exposição, espaço interativo de exploração virtual das belezas cênicas e desafios para conservação do bioma. 

No mesmo mês e em versão totalmente digital, por conta da pandemia de Covid-19, XIX Encontro dos Povos do Grande Sertão Veredas, também celebrou a riqueza e a sociobiodiversidade do Cerrado e a valorização das comunidades tradicionais que vivem na região do Parque Nacional Grande Sertão Veredas. 

Em setembro foi a vez do evento “Convergências para o Cerrado - Gestão Integrada da Biodiversidade e Paisagens Produtivas Sustentáveis”, promovido por uma parceria do WWF-Brasil com diversas outras instituições, colocar em debate assuntos como produção sustentável, agricultura de baixo carbono e governança ambiental no Cerrado.

No fim de outubro, oferecemos, em parceria com diversas outras instituições, um curso EaD (Ensino a Distância) para agroextrativistas do Cerrado, como parte do Programa de Formação em Agroextrativismo no Cerrado. O objetivo é contribuir para o aprimoramento da produção agroextrativista e viabilizar o uso sustentável da biodiversidade no bioma. 

Conservação
Em junho foi oficialmente criado o PAT Cerrado Tocantins (Plano de Ação para Conservação de Espécies Ameaçadas de Extinção no Território Cerrado Tocantins), no âmbito do Projeto Pró-Espécies: Todos Contra a Extinção, estabelecendo 16 ações como mitigação de riscos de espécies exóticas invasoras, boas práticas de uso de solo e recursos hídricos e estímulo a políticas públicas de conservação -tudo com envolvimento de agentes locais. 

A importância crucial dos parques e reservas para a conservação da fauna ameaçada de extinção no Cerrado foi tema de um estudo publicado em setembro de 2020. De acordo com a pesquisa, realizada no Mosaico Sertão Veredas Peruaçu, as áreas com maior nível de proteção têm 2,7 vezes mais espécies de grande porte. Parte da coleta de dados foi financiada pela parceria entre o WWF-Brasil, que atua no mosaico desde 2010, e o Instituto Biotrópicos. 

No Dia do Cerrado (11 de setembro), uma boa notícia: o bioma ganhou mais uma área protegida, o Parque Estadual Águas do Paraíso. Com 5,6 mil hectares, o novo parque fica na região turística das Cataratas do Rio dos Couros, no município de Alto Paraíso de Goiás, perto do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, cujo tamanho triplicou em 2017 com apoio de uma campanha liderada pelo WWF-Brasil. 

Covid-19
Com a pandemia de Covid-19, porém, muitas famílias do Cerrado -em especial povos indígenas e populações tradicionais, precariamente assistidas pelas autoridades- ficaram em situação de vulnerabilidade crítica. Isso levou o WWF-Brasil a traçar um plano emergencial para atender indígenas e extrativistas afetados no Cerrado.  

Em maio de 2020, doamos cestas básicas e produtos de higiene para 50 famílias indígenas da etnia Xacriabá, em Minas Gerais. Também naquele mês, três cooperativas agroextrativistas da região também fizeram contratos de parceria técnica conosco, para ajudar no pagamento de 10 toneladas de frutos, a fim de pagar diárias para 100 cooperados, salvando a produção da cooperativa durante a crise. O apoio também possibilitou a compra de embalagens e um freezer de 600 quilos, fundamental para manter a viabilidade dos produtos. 

Água
Savana tropical mais biodiversa do planeta, o Cerrado ocupa 200 milhões de hectares, detém cerca de 5% das espécies do mundo e tem papel central na disponibilidade hídrica do país. Cerca de 5 milhões de pessoas vivem em seus variados ecossistemas, incluindo povos indígenas, comunidades, povos tradicionais e produtores familiares, que dependem dos recursos naturais da região. 

Este ano, revelamos as histórias de algumas das 2,5 milhões de pessoas que, entre 2016 e 2019, foram beneficiadas pelo Programa Água Brasil, uma parceria do  WWF-Brasil com o Banco do Brasil, a Agência Nacional de Águas e a Fundação Banco do Brasil. De agricultores que transformaram sua produção em agroflorestas 100% orgânicas no Distrito Federal, até quilombolas que obtiveram renda com uma Rede de Sementes para restauração florestal no Mato Grosso do Sul, o programa beneficiou milhares de famílias, que estão contribuindo com o desenvolvimento sustentável no país.

Desenvolvimento econômico com conservação e recuperação do Cerrado
© André Dib/WWF-Brasil Enlarge
Imagem aérea do Cerrado mostra devastação do bioma
© Adriano Gambarini/WWF-Brasil Enlarge
Plantio de soja no Matopiba (área que compreende Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia)
© André Dib/WWF-Brasil Enlarge
O Cerrado ocupa cerca de 25% do território brasileiro. No entanto, há pouca proteção: apenas 8% são Unidades de Conservação
© WWF-Brasil/Bento Viana Enlarge
O lobo-guará é uma das espécies do Cerrado ameaçada de extinção
© Bento Viana/WWF-Brasil Enlarge
João-Bobo (Chresta sphaereocephala) flor típica do cerrado.
João-Bobo (Chresta sphaereocephala) flor típica do Cerrado
© Aldem Bourscheit / WWF-Brasil Enlarge
Curso de drone, Sítio Histórico e Patrimônio Cultural Kalunga, Cavalcante, Goiás
© Andre Dib / WWF-Brasil Enlarge
Covid-19: ajuda emergencial do WWF-Brasil chega a povos do Cerrado e da Amazônia
© WWF-Brasil Enlarge
Podcast "Cerrados" ficou entre os mais ouvidos do Spotify em 2020
© WWF-Brasil Enlarge
DOE AGORA
DOE AGORA