Programa Nacional para a Energia Solar Térmica



O uso de energia solar para aquecimento a baixas temperaturas é feito com tecnologias comerciais em todo o mundo e no Brasil, especialmente, para o aquecimento de água. É também utilizado para processos de secagem e refrigeração (sistemas de absorção). As tecnologias utilizam, em sua maior parte, coletores solares planos, fechados ou abertos, dependendo da temperatura desejada.

Para aproveitar de maneira efetiva o grande potencial da energia solar térmica no Brasil, é necessário um programa nacional para essa fonte de energia limpa e barata. Tal programa deveria incluir metas de desenvolvimento, oferta de incentivos para o financiamento aos consumidores finais e incentivos fiscais, como por exemplo, redução de impostos . As populações de baixa renda poderiam ser especialmente beneficiadas através de tais medidas.

É essencial que se destaque a necessidade de obrigações de instalação em novos edifícios, bem como que se dê investimentos na área de Pesquisa & Desenvolvimento com o intuito de aumentar a eficiência dos sistemas e diminuir os custos ao consumidor final. Cerca de 9% do total das economias de energia do cenário Elétrico Sustentável são decorrentes da implantação de um programa nacional para atingir quase um terço dos domicílios do país em 2020.

DOE AGORA
DOE AGORA