Disseminação constante de informações



Embora o país tenha desenvolvido programas de informação, seja através do Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica (PROCEL), do Programa Nacional de Racionalização do Uso de Derivados do Petróleo e do Gás Natural (CONPET) e das próprias companhias de energia, é necessário manter continuidade e regularidade na disseminação de informações atualizadas sobre tecnologias de energia e maneiras mais eficientes de sua utilização. Ainda existem barreiras significativas, em especial para difusão de tecnologias de usos térmicos de energia solar, nos setores residencial, industrial e em edifícios.

Com exceção da cidade de Belo Horizonte, onde a CEMIG e a PUC-MG têm conduzido já há anos um consistente trabalho de promoção do uso de aquecedores solares, a tecnologia é relativamente desconhecida no Brasil por construtores, arquitetos, projetistas, e consumidores. Neste contexto, campanhas públicas de difusão da tecnologia, de seu emprego e suas vantagens são de extremo valor para que a sociedade brasileira tome partido dos benefícios sócio-ambientais dos aquecedores solares térmicos. Além de campanhas públicas, são também necessárias ações de educação ambiental e cursos professionais que criem massa critica de instaladores técnicos.

DOE AGORA
DOE AGORA