2005 - Expedição ao Cabo Orange | WWF Brasil

2005 - Expedição ao Cabo Orange



Parque Nacional do Cabo Orange

 
	© Alex SILVEIRA
Parte seca do igarapé Cova da Onça, uma das áreas pesquisadas pela expedição
© Alex SILVEIRA
O Parque Nacional do Cabo Orange (PNCO) é uma unidade de conservação federal criada em 1980 na foz do rio Oiapoque e na costa norte do Brasil, no estado do Amapá.

Seus 619 mil hectares protegem paisagens moldadas pelo contato dos ecossistemas amazônicos com as correntes do Oceano Atlântico. Saiba mais.

Quinta expedição

 
	© Alex Silveira
Vista aérea do Lago Maruani
© Alex Silveira
A mais recente expedição ao Parque Nacional do Cabo Orange, realizada em julho de 2006.

Em julho de 2006, o WWF-Brasil apoiou mais uma expedição científica no parque, em parceria com o Programa Áreas Protegidas da Amazônia (Arpa). A equipe colheu dados valiosos sobre a unidade.

Expedição encontrou camarão exótico

 
	© Alex SILVEIRA
Equipe do Ibama, acompanhada de pesquisadores, durante a primeira expedição ao Parque Nacional do Cabo Orange, em abril de 2005
© Alex SILVEIRA
A espécie invasora, de crescimento rápido, representa uma ameaça ao equilíbrio do ecossistema.
A equipe da expedição ao Parque Nacional Montanhas do Tumucumaque encontrou exemplares de um camarão de origem afriacana (Macrobrachium rosenbergii), muito cultivado em fazendas costeiras do Nordeste. Essa espécie foi introduzida no Brasil por criadores de crustáceos, na década de 90. Até então, não havia registro dela em águas acima da costa do Pará. Leia mais.

Expedições científicas

 
	© Alex SILVEIRA
Membros da expedição percorrem o Lago do Marrecal, na região do igarapé de mesmo nome
© Alex SILVEIRA
Em 2005 o Parque Nacional do Cabo Orange completou 25 anos de existência.Desde então, iniciou uma série de levantamentos de campo, com a realização de cinco expedições.

As expedições tiveram caráter científico e foram integradas por técnicos do Ibama e por pesquisadores de universidades e institutos do Amapá e do Pará, com apoio técnico e financeiro do WWF-Brasil e do Programa Áreas Protegidas da Amazônia (Arpa).