A metodologia utilizada: Avaliação Ecológica Rápida | WWF Brasil

A metodologia utilizada: Avaliação Ecológica Rápida



21 Dezembro 2010    
Roberto Antonelli Filho, coordenador de pesquisa da Expedição Científica no Parque Nacional da Serra do Pardo.
Roberto Antonelli Filho, coordenador de pesquisa da Expedição Científica no Parque Nacional da Serra do Pardo.
© WWF-Brasil / Adriano Gambarini
Por Ligia Paes de Barros

A metodologia utilizada para pesquisa da biodiversidade no Parque Nacional da Serra do Pardo foi a Avaliação Ecológica Rápida (AER). Esse método combina o trabalho simultâneo de pesquisadores de diversas áreas (botânica, avifauna, mastofauna, herpetofauna e ictiofauna) nos mesmos locais.

O objetivo é respeitar a metodologia própria de cada área de pesquisa, mas, principalmente, promover a interação entre tais áreas de modo a garantir o conhecimento da relação ecológica entre esses grupos.

 “A AER consegue fornecer informações valiosas sobre a interação entre os animais entre si e entre eles e as plantas”, explicou o coordenador de pesquisa da Expedição, Roberto Antonelli Filho. Antonelli ainda ressaltou que a convivência entre os pesquisadores também é fundamental. “Um avisa o outro que encontrou determinada planta, o outro diz que avistou tal ave, e essa troca enriquece muito a pesquisa”, afirmou.

Além disso, conforme apontou Antonelli, a AER é uma excelente metodologia para o levantamento de informações para tomada de decisão, como é o caso da elaboração do plano de manejo do Parque Nacional da Serra do Pardo, objetivo da expedição.

“Todas as informações levantadas têm endereço, são georreferenciadas, e assim, conseguimos sugerir o que deve ser feito em cada área da unidade de conservação”, explicou Antonelli. “Por exemplo, identificamos onde a biodiversidade tem necessidade de ser mais protegida e apontamos que essa área deve ser uma parte não visitada do parque, ou ainda, apontamos que áreas que já tem um grau de degradação, podem ser aproveitadas para fazer as instalações do Parque Nacional”, ressaltou o coordenador.

“Aqui temos um equipe muito bem construída, de especialistas em cada área e de profissionais que já trabalharam nessa metodologia e demonstraram uma grande eficiência. Tem uma articulação muito boa, rendimento excelente e gostam do que fazem”, concluiu Antonelli ao falar sobre a pesquisa no Parque Nacional da Serra do Pardo.




Saiba mais sobre a Expedição Científica à Terra do Meio 2010:


Roberto Antonelli Filho, coordenador de pesquisa da Expedição Científica no Parque Nacional da Serra do Pardo.
Roberto Antonelli Filho, coordenador de pesquisa da Expedição Científica no Parque Nacional da Serra do Pardo.
© WWF-Brasil / Adriano Gambarini Enlarge
Reunião de apresentação da metodologia de pesquisa aos jornalistas durante expedição no Parque Nacional da Serra do Pardo.
Reunião de apresentação da metodologia de pesquisa aos jornalistas durante expedição no Parque Nacional da Serra do Pardo.
© WWF-Brasil / Adriano Gambarini Enlarge
DOE AGORA
DOE AGORA