Espécies encontradas no Parque Nacional da Serra do Pardo | WWF Brasil

Espécies encontradas no Parque Nacional da Serra do Pardo



21 Dezembro 2010   |  
Ave encontrada durante Expedição Científica ao Parque Nacional da Serra do Pardo 2010.
Ave encontrada durante Expedição Científica ao Parque Nacional da Serra do Pardo 2010.
© WWF-Brasil / Adriano Gambarini
Por Ligia Paes de Barros

Os pesquisadores da III Expedição Científica à Terra do Meio – Parque Nacional da Serra do Pardo ainda não têm o número final de espécies encontradas, mas já apontam uma estimativa e indicam alguns dos animais plantas presentes na unidade de conservação. Até o momento os números são: 26 mamíferos, 265 aves, 57 repteis e anfíbios, cerca de 500 plantas e 71 peixes.

Mamíferos:  26 (até o momento)
  • Cachorro do mato
  • Paca
  • Anta
  • Capivara
  • Macaco Bugio
  • Onça pintada
  • Ariranha
  • Cutia
  • Macaco aranha
  • Macaco zog-zog
  • Cateto
  • Queixada
  • Tatu 15kg
  • Tatu 7 bandas
  • Mão-pelada
  • Onça-parda
  • Esquilo
  • Macaco prego
  • Tatu 9 bandas
  • Veado
  • Jaguatirica
  • Tatu-canastra
  • Rato-do-bambu
  • Tatu-galinha
  • Tamanduá bandeira
  • Lontra

Aves:  265 espécies (até o momento) - Entre elas:
  • estrelinha-preta (Synallaxis scutata)
  • fruxu-do-cerradão (Neopelma pallescens)
  • periquito-rei (Aratinga aurea)
  • choca-de-asa-vermelha (Thamnophilus torquatus)
  • sebinho-de-olho-de-ouro (Hemitriccus margaritaceiventer)
  • pretinho (Xenopipo atronitens
  • tem-tem-de-dragona-vermelha (Tachyphonus phoenicius)
  • saurá-de-pescoço-preto (Phoenicircus nigricollis), ave vermelha da família das arapongas e bastante incomum ao longo de sua distribuição.
  • Araçari-de-pescoço-vermelho (Pteroglossus bitorquatus), espécie que consta na lista brasileira de espécies ameaçadas.
  • Gavião-de-penacho (Spizaetus ornatus), espécie de grande porte de topo de cadeia trófica, indicador de boa qualidade do ambiente (florestas íntegras).

Répteis e anfíbios: 29 espécies de anfíbios, 10 de lagartos, 14 de serpentes, 2 de quelônios e 2 de crocodilianos (até o momento) – entre elas:
  • jacaretinga (Caiman crocodilus
  • jacaré-coroa (Paleosuchus trigonatus)
  • tracajá (Podocnemis unifilis)
  • Jabuti-amarelo (Chelonoidis denticulata
  • Cobra-coral-de-cabeça-vermelha (Micrurus surinamensis)
  • Cobra Cipó-bicuda (Oxybelis aeneus)
  • Cobra-cipó (Chironius sp.)
  • Suaçubóia (Corallus hortulanus)
  • menor lagarto do mundo, Coleodactylus amazonicus
  • rã-pimenta (Leptodactylus paraensis)
  • perereca-de-capacete (Osteocephalus leprieurii)
  • sapo-cururu (Rhinella gr. Margaritifera)

Flora: em torno de 500 espécies (até o momento) – entre elas:
  • açaí-da-serra (Euterpe longebracteata)
  • copaíba (Copaifera duckei Dwyer)
  • taperebá (Spondias mombim L.)
  • açaí (Euterpe oleracea Mart.)
  • canela-de-ema (Vellozia sp.)
  • mandacaru (Cereus sp.)

Foram listadas 4 espécies que encontram-se em listas vermelhas de espécies ameaçadas de extinção (lista nacional e/ou do Pará), são elas:
  • maçaranduba (Manilkara huberi)
  • itauba  (Mezilaurus itauba)
  • cedro (Cedrela odorata L.)
  • castanheira (Bertholletia excelsa HBK)

Peixes:  71 espécies (até o momento) – entre elas:
  • lambari (astyanax)
  • tambuatá (Callichthys callichthys)
  • muçum (synbranchus)
  • platidora (platydoras)



Saiba mais sobre a Expedição Científica à Terra do Meio 2010:
Ave encontrada durante Expedição Científica ao Parque Nacional da Serra do Pardo 2010.
Ave encontrada durante Expedição Científica ao Parque Nacional da Serra do Pardo 2010.
© WWF-Brasil / Adriano Gambarini Enlarge
Ave encontrada durante Expedição Científica ao Parque Nacional da Serra do Pardo 2010.
Ave encontrada durante Expedição Científica ao Parque Nacional da Serra do Pardo 2010.
© WWF-Brasil / Adriano Gambarini Enlarge
Anfíbio encontrado durante a Expedição Científica ao Parque Nacional da Serra do Pardo 2010.
Anfíbio encontrado durante a Expedição Científica ao Parque Nacional da Serra do Pardo 2010.
© WWF-Brasil / Adriano Gambarini Enlarge

Comentários

blog comments powered by Disqus