Área estudada pela primeira vez na Amazônia revela enorme riqueza de biodiversidade | WWF Brasil

Área estudada pela primeira vez na Amazônia revela enorme riqueza de biodiversidade



21 Dezembro 2010    
Imagem aérea do Parque Nacional da Serra do Pardo.
Imagem aérea do Parque Nacional da Serra do Pardo.
© WWF-Brasil / Adriano Gambarini
Por Ligia Paes de Barros

O Brasil, país mais biodiverso do mundo, encerra 2010 - o Ano Internacional da Biodiversidade - com um grande presente: mais informações sobre a rica biodiversidade da sua floresta amazônica.

Em expedição científica pelo Parque Nacional da Serra do Pardo, localizado na região da Terra do Meio, no estado do Pará, uma equipe de pesquisadores fez levantamento da biodiversidade de uma área considerada de extrema prioridade para conservação, mas nunca antes estudada.

A equipe da expedição, organizada pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e WWF-Brasil em parceria com o Museu Emílio Goeldi e apoio do Exército brasileiro, foi composta por 43 pessoas entre técnicos florestais que deram suporte na logística da expedição; pesquisadores do Museu Emílio Goeldi, da Universidade Federal do Pará, Instituto de Pesquisas Amazônicas, Universidade Federal de Goiás e ainda consultores independentes; além de técnicos do ICMBio, do WWF-Brasil e uma equipe de imprensa que acompanhou a pesquisa para divulgar seus resultados.

Andando em trilhas durante o dia e a noite, de 3 a 14 de dezembro, os pesquisadores levantaram informações sobre a vegetação da área, mamíferos, aves, répteis, anfíbios e peixes. O resultado foi surpreendente: mais de 900 espécies de fauna e flora foram encontradas na região (o número final será divulgado após a consolidação dos dados pelos pesquisadores), e ainda algumas possíveis espécies novas foram identificadas.

O objetivo da expedição foi levantar informações da biodiversidade da região para subsidiar a elaboração do Plano de Manejo do Parque Nacional da Serra do Pardo, um documento que fornece diretrizes para o ordenamento territorial da área de modo que seus recursos naturais sejam valorizados e protegidos. “O Parque Nacional da Serra do Pardo é uma área importantíssima por suas características biológicas e prioritária para conservação da biodiversidade, por isso é fundamental estudá-lo”, afirmou a secretária- geral do WWF-Brasil, Denise Hamú.

“Promover o conhecimento das unidades de conservação é fundamental para que elas sejam melhores geridas. Para o WWF-Brasil, é uma grande satisfação a realização da 3ª Expedição Científica à Terra do Meio em parceria com ICMBio e Museu Emílio Goeldi”, completou Hamú.



Saiba mais sobre a Expedição Científica à Terra do Meio 2010:

Imagem aérea do Parque Nacional da Serra do Pardo.
Imagem aérea do Parque Nacional da Serra do Pardo.
© WWF-Brasil / Adriano Gambarini Enlarge
DOE AGORA
DOE AGORA