| WWF Brasil


 
	© WWF-Brasil

O PROGRAMA DE CIÊNCIAS

Há quinze anos o Programa de Ciências do WWF-Brasil desenvolve estudos de planejamento territorial, dando suporte a diversas ações e iniciativas de conservação. Esse trabalho se realiza em parceria com outros programas do WWF-Brasil, com a Rede WWF e instituições nacionais e internacionais, utilizando metodologias e ferramentas diversas e complementares para abordar diferentes questões de conservação.

"O propósito do Programa de Ciências é desenvolver conceitos, metodologias e análises para o planejamento e monitoramento de estratégias eficientes na conservação da biodiversidade e serviços ecossistêmicos em paisagens naturais."

A estratégia 1 se relaciona à aplicação de soluções que promovam um planejamento de ações de conservação integrado a outros setores da sociedade, levando em conta conflitos e oportunidades. O objetivo é fornecer subsídios para o planejamento e o monitoramento de estratégias eficientes de conservação da biodiversidade e serviços ecossistêmicos em paisagens terrestres e aquáticas, para que possam ser usados como ferramenta de negociação e suporte à decisão por governos e empresas e pela sociedade civil.

A estratégia 2 envolve o compartilhamento de metodologias e conceitos por meio de treinamentos oferecidos a técnicos e tomadores de decisão e do desenho e gestão de diversos sistemas de informações, tais como plataformas de suporte a ações de conservação. As capacitações fornecidas podem seguir uma perspectiva conceitual, para difundir visões estratégicas, novas teorias e formas de abordar determinada questão de conservação, quanto outra, mais prática, envolvendo treinamento para uso de ferramentas e para o desenvolvimento de rotinas analíticas. As plataformas visam disseminar conhecimento e apoiar projetos em andamento, por meio de consultas públicas e do compartilhamento de bases de dados, além de divulgar resultados dos estudos, na forma de publicações dinâmicas e bem ilustradas.









ABORDAGENS

As abordagens empregadas envolvem diferentes rotinas de análises e se valem de dados de biodiversidade ou seus proxies*, dados hidrológicos, de vegetação, de usos múltiplos do solo e/ou socioeconômicos para gerar subsídios ao planejamento do uso do território em diferentes escalas de intervenção, como uma microbacia, um município ou uma área protegida.

 


















 

ALGUNS DOS NOSSOS PROJETOS







 

NOSSAS PLATAFORMAS

DOE AGORA
DOE AGORA