Experiência Tracking Tool (TT) no Arpa | WWF Brasil

Experiência Tracking Tool (TT) no Arpa



Proposto pela Iniciativa Florestal, formada pela Rede WWF e Banco Mundial, o Tracking Tool é uma ferramenta de avaliação de efetividade de gestão em unidades de conservação baseada no modelo desenvolvido pela Comissão Mundial de Áreas Protegidas (CMAP) da UICN. Aplicada em mais de 400 áreas protegidas em 50 países da Europa, Ásia, África e América Latina, a ferramenta foi recomendada para aplicação em unidades de conservação apoiadas pelo Arpa (Programa Áreas Protegidas da Amazônia) pelos doadores do programa.

O Tracking Tool é iniciado com um entendimento do contexto dos valores e ameaças existentes em cada unidade de conservação e avança por meio do planejamento e da alocação de recursos. Como resultado das ações de gestão, eventualmente se produz produtos e serviços, que resultam em impactos ou êxitos para as unidades avaliadas.

Em 2005, 34 unidades de conservação na Amazônia brasileira foram avaliadas pela metodologia. Em 2006, mais 17 unidades passaram pela avaliação. Durante sua participação no seminário, o coordenador do Arpa, do Ministério do Meio Ambiente, Ronaldo Weigand, explicou que os desembolsos do programa são realizados com base na ferramenta, e caso a unidade de conservação apoiada não preencha os questionários os recursos não podem ser enviados.

O palestrante também explicou que desde o primeiro contato com a metodologia, em 2004, diversas medidas de adaptação foram tomadas para tornar a ferramenta aplicável a realidade da Amazônia brasileira. Segundo ele, o Tracking Tool inicialmente representava uma formalidade de monitoramento, com pouca utilidade concreta para o Arpa, e ao decorrer dos anos tornou-se uma das principais ferramentas de gestão e tomada de decisão do programa.

Conheça a palestra do Arpa/Ministério do Meio Ambiente

 
© WWF-Brasil/João Gonçalves
Apresentação da experiência TT durante o seminário "Experiências com ferramentas de avaliação de efetividade de gestão das unidades de conservação".
© WWF-Brasil/João Gonçalves
  •  
© WWF-Brasil
DOE AGORA
DOE AGORA