Os desafios da conservação da biodiversidade e as metas brasileiras para 2020



05 dezembro 2011    
Onça dormindo em um galho de árvore
A onça-pintada é um dos animais brasileiros ameaçados de extinção. No ano da biodiversidade, a proteção das espécies é prioridade.
© Michel Gunther / WWF
 A iniciativa Diálogos da Biodiversidade: construindo a estratégia brasileira para 2020 promove encontro com representantes do setor governamental nos dias 6 e 7 de dezembro, de 8h30 às 18h, no Senado Federal (auditório Antonio Carlos Magalhães), para discutir as metas de conservação da biodiversidade para 2020.

Participam na abertura do evento e com palestras Bráulio Dias, secretário de Biodiversidade do Ministério do Meio Ambiente, Herman Benjamin, ministro do STJ, Sandra Paulsen, do Ipea, Maria Cecília Wey de Brito, do WWF-Brasil e o senador Cristovam Buarque. Representantes das várias áreas de governos brasileiros dos três níveis estão convidados e se espera uma boa representação nacional, para definição da posição governamental neste processo. Alguns governos, como Estado de São Paulo, já adotaram em sua jurisdição processo similar a este que é realizado em nível nacional. 
 
Os Diálogos sobre a Biodiversidade são uma série de encontros setoriais para elaborar de forma participativa um marco legal e um plano de ação para garantir a implementação das metas globais de conservação da biodiversidade para 2020 no Brasil, permitindo que o país exerça liderança benéfica no cenário internacional.
 
Já foram realizados vários eventos, inclusive com o setor privado, comunidades locais e povos indígenas, comunidade científica e organizações da sociedade civil. Os eventos são promovidos pelo Ministério do Meio Ambiente, União Internacional para Conservação da Natureza (UICN), WWF-Brasil e Instituto de Pesquisas Ecológicas (IPÊ), com o apoio financeiro do Ministério do Meio Ambiente, Alimentação e Assuntos Rurais do Reino Unido (Defra) e do Probio II/MMA. Este, com os governos, é o último diálogo setorial. Ele conta com parceria com a Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Meio Ambiente (Abema) e com o Senado Federal.
 
Após este último evento setorial, as instituições coordenadoras dos Diálogos em geral promoverão consulta pública e uma ultima oficina integradora no início do próximo ano. Pela importância do Brasil, sobretudo neste campo, e deste processo participativo, há expectativas da comunidade internacional de que o exemplo possa ser seguido por outros países, e, portanto, que os resultados possam ser apresentados na Conferência das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável, a “Rio+20”, em meados de 2012. 
Riqueza ambiental
O Brasil é o detentor da maior biodiversidade do planeta, com grandes porções de florestas tropicais – inclusive a maior parte da maior e mais importante floresta tropical do mundo, a Amazônia, além de domínios biogeográficos de importância mundial, como Cerrado-Pantanal e Mata Atlântica –, diversos tipos de ecossistemas e a terceira maior extensão de áreas protegidas do mundo, além de cerca de 13,7% do total de água doce disponível no planeta.
 
Convenção sobre a Diversidade Biológica
O Brasil, assim como outros 193 países, tem o desafio de propor metas para a conservação da biodiversidade até 2020 e colocar em prática o Plano Estratégico da Convenção da Diversidade Biológica (CDB) – com as chamadas Metas Aichi –, aprovado na 10ª Conferência das Partes da Convenção das Nações Unidas sobre a Diversidade Biológica (COP-10), realizada em Nagoya, no Japão, em outubro de 2010.
 
Essa decisão seguiu uma discussão intensa pelo menos ao longo de todo ano de 2010, Ano Internacional da Biodiversidade, se baseou nas avaliações do que foi feito até o ano de 2010 (vide o Panorama Global da Biodiversidade nº. 3, das Nações Unidas, com referências ao Brasil) e representa interesse internacional sobre o tema, como está sendo assumido pelos demais acordos, convenções e ações internacionais que se interessam pela biodiversidade, e deu início a Década Mundial da Biodiversidade 2011-2020.
Onça dormindo em um galho de árvore
A onça-pintada é um dos animais brasileiros ameaçados de extinção. No ano da biodiversidade, a proteção das espécies é prioridade.
© Michel Gunther / WWF Enlarge
DOE AGORA
DOE AGORA