| WWF Brasil


 
© WWF-Brasil

Maior mamífero carnívoro do Brasil, a onça está presente em quase todos os biomas brasileiros.

Listada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recusros Naturais Renováveis (Ibama) como ameaçada de extinção, a onça-pintada é considerada uma predadora topo de cadeia e a degradação de seu habitat natural é a principal ameaça a sua vida.


Para proteger o animal dentro do bioma Mata Atlântica, o WWF-Brasil é parceiro do Instituto Pró-Carnívoros, que monitora a espécie na região do Parque Nacional do Iguaçu, no Alto Paraná.

Além disso, por meio das ações do programa trinacional da Mata Atlântica da rede WWF, que abrange o território do Brasil, Argentina e Paraguai, a onça-pintada ganha ainda mais proteção nos nossos territórios vizinhos.

Motivos para comemorar

Em parceria com a Fundação Vida Silvestre da Argentina, o WWF-Brasil já comemora um aumento de cerca de 30% nos indivíduos desde 2014 no Parque Nacional do Iguaçu. As informações são do projeto Carnívoros do Iguaçu e do Instituto de Biologia Subtropical da Argentina, nucleado no Projeto Yaguareté.

Em 2014, a quantidade de onças pintadas na região era estimada entre 51 e 84 indivíduos. Agora, no novo estudo, estimam-se entre 71 e 107 animais. A notícia anima os pesquisadores, que atuam no Iguaçu.

O monitoramento foi realizado em 2017 a partir de meses de análise fotográfica de imagens coletadas em 2016 por armadilhas fotográficas na mata.