Retrospectiva: o que o WWF-Brasil tem feito na Amazônia? | WWF Brasil

Retrospectiva: o que o WWF-Brasil tem feito na Amazônia?



12 Janeiro 2018   |  
Livro reúne os principais resultados do Programa Amazônia do WWF-Brasil nos últimos cinco anos
Livro reúne os principais resultados do Programa Amazônia do WWF-Brasil nos últimos cinco anos
© Divulgação
O que o WWF-Brasil faz na Amazônia? Que tipo de resultados a organização tem colhido na maior floresta tropical do planeta?

Para responder essas e outras perguntas, o WWF-Brasil lança, este mês, a publicação "A Amazônia que Queremos – Integrando Conservação e Desenvolvimento". O livro traz um compilado dos principais resultados e das principais iniciativas de conservação desenvolvidas pelo WWF-Brasil na Amazônia nos últimos cinco anos e está disponível para download gratuito aqui

Estão lá, por exemplo, o projeto Protegendo Florestas / Sky Rainforest Rescue (SRR), que entre 2009 e 2016, ajudou a proteger 1 bilhão de árvores no Acre e evitou a emissão de 3,7 milhões de toneladas de gases de efeito estufa. Assim como o programa Pesca Sustentável, desenvolvido em conjunto com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e que buscou a conservação do pirarucu (Arapaima gigas) em mais de uma dezena de lagos também no Acre.  

Detalhes e reflexões

Outros temas incluídos no livro são o Programa Áreas Protegidas da Amazônia (Arpa) – o maior programa de florestas tropicais do mundo - que completou 15 anos em 2017 e ajuda a proteger mais de 60 milhões de hectares de florestas no norte do Brasil; e o programa Madeira é Legal, que busca incentivar o uso responsável das madeiras brasileiras na construção civil. 

Além de trazer detalhes sobre essas iniciativas, o livro também traz diversas informações sobre a Amazônia e algumas reflexões sobre o uso que se faz dos recursos naturais deste bioma.

Para o coordenador do Programa Amazônia do WWF-Brasil, Ricardo Mello, além do resgate histórico que a publicação traz, existem outros aspectos do livro que devem ser considerados.

“Essa publicação mostra, de algum modo, as agendas onde não conseguimos avançar e que precisamos reforçar nos próximos anos. Nós tivermos muito bons resultados, por exemplo, estruturando cadeias produtivas com açaí, copaíba e borracha, por exemplo. Mas essa atividade precisa ganhar escala – os produtos precisam atingir novos mercados, e os rendimentos das comunidades ainda precisa melhorar”, afirmou o coordenador.

Assuntos como povos indígenas, ecossistemas aquáticos, contaminação por garimpo e hidrelétricas são alguns dos temas que foram pouco endereçados nos últimos anos, segundo o coordenador, e devem receber mais atenção daqui para frente. 

Tecnologia

Um destaque especial é dado aos temas de inovação: nos últimos anos, o WWF-Brasil tem buscado intensificar o uso da tecnologia como ferramenta para gerir e monitorar os recursos naturais da Amazônia.  

Foi assim que surgiram projetos como o Ecodrones Brasil (que usa drones no monitoramento de biodiversidade e de áreas protegidas); o Aetrapp (que lida com o monitoramento cidadão das populações do Aedes aegypti) e o Pesca+, que auxilia pescadores no manejo do pescado. 

Engajar a sociedade no conhecimento e defesa da Amazônia é outro tema com o qual o WWF-Brasil trabalha bastante – por isso, estão descritas ali iniciativas como a Mochila do Educador Ambiental que, por meio da confecção conjunta de materiais de teor socioambiental entre alunos, professores e especialistas, atingiu mais 3 mil alunos de 96 escolas rurais de Feijó (AC). 

Também consta no livro a campanha de conscientização e sensibilização #SomosAmazônia – que, desde 2015, alcançou mais de 29 milhões de pessoas em diversas ações on e off line. 

Próximos passos

A Amazônia é o lar de mais de 34 milhões de pessoas e abriga 10% das espécies de animais existentes em todo o planeta. Apesar de sua exuberância e importância para o mundo – em termos climáticos, de biodiversidade, de fornecimento de água, alimentos e de outros serviços ecossistêmicos - ela ainda é muito ameaçada por fenômenos como desmatamento, queimadas, garimpo e exploração predatória. 

O WWF-Brasil trabalha para minimizar esses impactos, proteger porções da Amazônia e assegurar, para as futuras gerações, a biodiversidade, as funções e os serviços ecológicos prestados por este bioma.     
Livro reúne os principais resultados do Programa Amazônia do WWF-Brasil nos últimos cinco anos
Livro reúne os principais resultados do Programa Amazônia do WWF-Brasil nos últimos cinco anos
© Divulgação Enlarge
Tempestade registrada no Rio Tapajós, entre os estados do Amazonas, Mato Grosso e Pará
Tempestade registrada no Rio Tapajós, entre os estados do Amazonas, Mato Grosso e Pará
© Adriano Gambarini/ WWF-Brasil Enlarge
Um dos objetivos do trabalho do WWF-Brasil na Amazônia é apoiar e valorizar as populações tradicionais
Um dos objetivos do trabalho do WWF-Brasil na Amazônia é apoiar e valorizar as populações tradicionais
© Adriano Gambarini/ WWF-Brasil Enlarge

Comentários

blog comments powered by Disqus