Hora do Planeta 2024 mobiliza milhões de pessoas em todo o mundo em celebração e apoio ao nosso planeta

25 março 2024

No Brasil, campanha convidou todas as pessoas a #CompartilharParaPertencer ao se cadastrar como voluntário digital
Por WWF-Brasil 

No dia 23 de março, às 20h30 (hora local), milhões de pessoas em todo o mundo se reuniram para o 18º ano da Hora do Planeta em apoio e celebração ao nosso lar. Mais de 1,4 milhão de horas foram doadas ao nosso planeta por apoiadores em 180 países e territórios, tornando-se a Maior Hora para a Terra até hoje.

A Hora do Planeta deste ano serviu como um farol de positividade, esperança e inspiração num mundo cada vez mais dividido, uma vez que reuniu o maior número possível de pessoas, em particular pessoas que ainda não estavam totalmente envolvidas com a crise ambiental. Para unir milhões de pessoas em todo o mundo por esta causa, a Hora do Planeta convidou todos, em todo o mundo, a encontrar as formas mais agradáveis de dar uma hora à Terra. O WWF contabilizou um incrível total de 1,4 milhão de horas dedicadas à Terra, superando as 410.000 horas do ano passado.

O público foi convidado a “Doar uma hora à Terra”, incentivando os indivíduos não só a desligar as luzes simbolicamente, mas também a dedicar 60 minutos para fazer o bem ao planeta enquanto fazem algo que amam. Os eventos e celebrações da Hora do Planeta se multiplicaram em todo o mundo, onde as pessoas se uniram para criar um futuro mais esperançoso e resiliente para o nosso planeta.

No Brasil, pelo oitavo ano consecutivo, os Escoteiros do Brasil participam do movimento, com direito a um distintivo especial da ação. Em 2024, foram mais de 480 unidades locais envolvidas, que mobilizaram quase 20 mil associados em atividades relacionadas à Hora do Planeta. 

No Instagram, as postagens dos embaixadores do WWF-Brasil e de parceiros do mundo artístico (atores, cantores, influenciadores, produtores de conteúdo digital, ativistas, entre outros) alcançaram um público de 8,1 milhões de pessoas só no sábado (23). Neste ano, a ação contou com uma nova chamada para o manifesto #ÉTempoDeRestaurar, convidando todes a #CompartilharParaPertencer ao se cadastrar como voluntário digital do WWF-Brasil em prol da justiça socioambiental, pela restauração de biomas e ecossistemas e a favor da proteção de todas as espécies: fauna, flora e pessoas. A adesão pode ser feita em https://www.wwf.org.br/manifesto.

Outro destaque no dia do evento foi a participação de atores da live action “Chico Bento e a Goiabeira Maraviósa”, Isaac Amendoim (Chico Bento), Anna Julia Dias (Rosinha), Lorena Oliveira (Tábata), Davi Okabe (Hiro), Pedro Dantas (Zé Lelé) e Guga Coelho (Nhô Bento, pai do Chico Bento) que fizeram questão de destacar a importância de apoiar a Hora do Planeta e de proteger a natureza. A parceria com a Mauricio de Sousa Produções também resultou no HQ especial Chico Bento em A Maior Hora do Planeta.

Internacionalmente, figuras públicas importantes, como António Guterres, Secretário-Geral das Nações Unidas, doaram uma hora para a Terra. “Na Hora do Planeta, milhões de pessoas em todo o mundo apagam as luzes para iluminar a situação do nosso planeta. A necessidade é urgente. Nosso clima está em colapso. O ano passado foi o mais quente da história. A Hora do Planeta é uma demonstração global de solidariedade pela tomada de um caminho diferente. Isso demonstra o poder que cada um de nós tem na luta pelo nosso futuro”, disse.

Em todo o mundo, uma série de pontos turísticos globais também participaram do icônico momento de apagar as luzes por 60 minutos da Hora do Planeta, incluindo: a Sydney Opera House, a Torre de Tóquio, a cidade de Ordos na China, o Estádio Nacional de Pequim, o Taipei 101, o horizonte da Baía de Victoria em Hong Kong, a Torre Namsan em Seul, a Mesquita Shah Faisal, o Portão da Índia, o London Eye, o Coliseu, a Basílica do Vaticano, o Portão de Brandemburgo, a Torre Eiffel, o Monumento do Meio do Mundo, o Empire State Building, as Cataratas do Niágara, a sede das Nações Unidas, e muitos outros.

"À medida que a Hora do Planeta chega ao fim, refletimos sobre o incrível impacto de milhões de pessoas que se unem para defender a saúde do nosso planeta. Juntos, acendemos um farol de esperança, iluminando o caminho para um futuro sustentável. As 1,4 milhão de horas dedicadas à Terra mostram como o ambientalismo pode ser acessível, agradável e pessoalmente significativo. No entanto, nossa jornada não termina aqui. Vamos continuar a amplificar as nossas vozes, envolver novos aliados e agir como administradores da nossa casa compartilhada. Pois na nossa ação coletiva reside o poder de moldar um amanhã onde a biodiversidade prospere e o nosso planeta floresça para as gerações vindouras”, disse Kirsten Schuijt, Diretora Geral do WWF Internacional. 

Sobre a Hora do Planeta

Nascida em Sydney em 2007, a Hora do Planeta cresceu e tornou-se o maior movimento ambientalista popular do mundo, inspirando indivíduos, comunidades, empresas e organizações em mais de 190 países e territórios a tomarem medidas em prol do nosso planeta. Em 2024, a ação incentivou os participantes, pessoas de todo o tipo em todo o mundo, a partilharem o seu compromisso com o planeta, dedicando uma hora a atividades divertidas e de apoio ao planeta.
A parceria com a Mauricio de Sousa Produções resultou no HQ especial Chico Bento em A Maior Hora do Planeta.
© Mauricio de Sousa Produções
DOE AGORA
DOE AGORA