| WWF Brasil


 
	© WWF-Brasil

O que você precisa saber sobre o plástico


Hoje, imaginar um mundo sem plásticos é quase impossível. Eles são cada vez mais utilizados em toda a economia, servindo como um elemento essencial para diversos setores como embalagens, construção, transporte, saúde e eletrônica.
 

O valorização dos plásticos é refletida no crescimento de sua produção desde a metade do século passado.
 

O aumento na produção e uso dos plásticos é devido ao seu baixo peso, que reduz o consumo de combustível no transporte, além de manter os alimentos frescos por mais tempo, reduzindo o desperdício. Apesar destes benefícios, os plásticos podem causar  grandes impactos ambientais causados pelo seu consumo em excesso e seu descarte incorreto.
 


 O que o mau uso do plástico pode gerar


Embora quase todos os plásticos utilizados para as embalagens sejam mecanicamente recicláveis, é comum a banalização de seu uso e descarte inadequado. Esse descarte, gera enormes impactos ambientais, desde o acumulo  em locais indevidos nas cidades à contaminação de rios e mares.

       




O Projeto Plástico Vale Ouro

O que é? 

Desenvolvido em parceria com a Plastic Soup Foundation, WWF-Holanda e outros parceiros locais, o projeto nasceu com a ambição de reduzir a chegada de plástico na Baía de Guanabara promovendo desenvolvimento social para comunidades locais. 
 
Em 2015 o WWF-Brasil e os parceiros do projeto promoveram um evento chamado de designer’s day, cujo desafio era criar "Soluções de Limpeza para a Baía de Guanabara" a partir de produtos de viabilidade econômica, técnica e social. Um dos participantes em destaque neste desafio foi a Matéria Brasil com o projeto da Remolda, uma unidade recicladora móvel, idealizada a partir do projeto PreciousPlastic.com
 
 

Objetivo

• aumentar a conscientização sobre o plástico
• evitar a dispersão de plástico
• empoderar as comunidades por meio do plástico
• agregar valor ao plástico


REMOLDA

 

Futuro


A Remolda vai ficar no Parque Nacional da floresta da Tijuca, onde os produtos serão fabricados e vendidos, com a verba revertida para comunidade dos Guararapes.

O projeto da máquina é aberto e livre de patentes, qualquer um pode ter acesso para melhorar ou replicar!



DOE AGORA
DOE AGORA