Tecnologias e Aplicações | WWF Brasil

Tecnologias e Aplicações



O interesse pela utilização dos drones para ações de conservação tem motivado investimentos no desenvolvimento de novos modelos e o aperfeiçoamento da tecnologia são cada vez maiores.

Em média, a cada três meses uma novidade chega ao mercado, seja na forma de um novo sistema de piloto automático, de um modelo de aeronave com maior autonomia de voo ou com um novo software de pós-processamento. São vários os modelos de drones, mas eles estão divididos, basicamente, em duas categorias: os de asa fixa e os multimotores. Muito embora modelos híbridos já estejam em desenvolvimento.

As possibilidades de aplicações dos drones são inúmeras, porém é necessário conhecer as limitações, os potenciais de aplicação, escolher o equipamento mais adequado para a finalidade, definir os protocolos de voo e treinar a equipe que operará o drone.

Para isso, um grupo de cooperação composto por pesquisadores, analistas ambientais e outros profissionais ligados à conservação da natureza tem trabalhado em um plano de ação para o uso de ecodrones no país, destacando as seguintes aplicações:
 
© WWF-Brasil
Quadricoptero sendo enviado para missão (WWF)
© WWF-Brasil
 
© WWF-Brasil
Imagem aérea de um quadricoptero (WWF)
© WWF-Brasil

Mapeamento de alta resolução

As imagens geradas a partir de sobrevoos com Vant de pequeno porte possuem alta resolução espacial, geralmente menores que 10 cm, devido a suas características de voo realizados predominantemente a baixas altitudes.

Os equipamentos possuem grande versatilidade e podem ser aplicados para diferentes fins. A partir de pequenas modificações é possível embarcar, além de câmeras convencionais, outros sensores para mapeamentos de alvos específicos. O baixo custo de operação e a facilidade para execução de voos também permitem a obtenção de imagens periódicas de boa qualidade, possibilitando o acompanhamento sistemático das alterações da cobertura do solo.
 
© WWF-Brasil
© WWF-Brasil

Monitoramento de fauna silvestre

Na África, o monitoramento de elefantes e rinocerontes já é uma realidade. No Brasil, onde as espécies de grande porte são bem menores, os equipamentos precisam ser ajustados. Já foi possível obter informações sobre rotas de deslocamento de animais no Cerrado, como demonstra a imagem. Esse tipo de análise pode ser bastante importante para o planejamento da colocação de armadilhas fotográficas em locais com maior probabilidade de captura dos animais.
 
© WWF-Brasil
© WWF-Brasil

Combate a incêndios florestais

Os ecodrones podem apoiar ações de combate a incêndios florestais, servindo como bases móveis de monitoramento. Além disso, o processamento de imagens obtidas em voos podem ajudar na caracterização da vegetação e, por consequência, refinar áreas com maior susceptibilidade ao fogo, bem como apoiar análises de extensão e severidade de áreas queimadas.
 
© WWF-Brasil
© WWF-Brasil
DOE AGORA
DOE AGORA