Darwin a bordo do HMS Beagle | WWF Brasil

Darwin a bordo do HMS Beagle



Darwin a bordo do HMS Beagle

Dezembro de 1831, o jovem naturalista Charles Darwin, com então 22 anos, recém-formado pela Universidade de Cambridge, embarca naquela que seria a viagem da sua vida.

A bordo do veleiro HMS Beagle, a serviço da Marinha Real Britânica, Darwin parte do porto da cidade inglesa de Plymouth rumo ao Hemisfério Sul.

Comandada por Robert FitzRoy, a expedição tinha como objetivo central a produção cartográfica do continente. Entretanto, seu principal resultado indireto é o clássico “A Origem das Espécies”, publicado por Darwin em 1859 – há exatos 150 anos.

Na introdução da obra, logo no primeiro parágrafo, Darwin cita a importância da viagem a bordo do HMS Beagle, na qual ficou “deveras impressionado com certos fatos relativos à distribuição dos seres vivos existentes na América do Sul”, para compor o estudo que revolucionaria as ciências naturais e traria à tona a teoria da evolução.

Em cinco anos, a expedição explorou praticamente toda a costa da América do Sul, da Bahia ao arquipélago de Galápagos, no Equador, com paradas no Uruguai, Argentina, Chile e Peru. O retorno ao Reino Unido foi feito pela Austrália, seguindo pelo Oceano Índico e África do Sul.

“A viagem do Beagle foi de longe o mais importante evento da minha vida, e determinou todo meu caráter. (...) Sempre senti que devia àquela viagem o primeiro treinamento real ou educação da minha mente; fui levado a atentar para vários ramos da história natural, e assim minha capacidade de observação melhorou, embora sempre tenha sido bem desenvolvida”, afirma Darwin em “Memórias do desenvolvimento da minha mente e meu caráter”, quase uma autobiografia escrita no final da sua vida.
 
© Divulgação VPRO
Em cinco anos, a expedição de Darwin explorou praticamente toda a costa da América do Sul, da Bahia ao arquipélago de Galápagos, no Equador, com paradas no Uruguai, Argentina, Chile e Peru
© Divulgação VPRO
DOE AGORA
DOE AGORA