Tudo começa com um Dia de Campo | WWF Brasil

Tudo começa com um Dia de Campo



21 Dezembro 2019    
O projeto de recuperação da bacia do Rio Doce é uma parceria entre o WWF-Brasil e a Fundação Renova
© Leonardo Vieira Morais / WWF-Brasil
Produtores rurais participam de ação na bacia do Rio Doce

Por Taís Meireles

Dias de campo são oportunidades para agricultores entrarem em contato com técnicas mais sustentáveis de se produzir. Na ocasião, técnicos e especialistas realizam uma oficina prática com os produtores, mostrando melhores técnicas de plantio, correção de solo e adubação, por exemplo.

Entre 10 e 13 de dezembro, foi justamente isso que aconteceu na bacia do Rio Doce. Quatro dias de campo foram realizado, com a participação de 11 produtores rurais em Periquito (MG) e 16 em Governador Valadares (MG). Os eventos ocorreram nas duas Unidades Demonstrativas (UDs) do projeto de recuperação florestal da bacia do Rio Doce, parceria do WWF-Brasil com a Fundação Renova.

O proprietário da UD de Periquito, Antônio Carlos Bletes, comemora o resultado: “Estar recebendo esse projeto na minha propriedade é muito bom! A gente espera que o trabalho que está sendo feito aqui ajude a nossa vizinhança e mostre pras pessoas que é possível sim fazer um bom trabalho, usufruindo o que a terra tem de bom pro nosso sustento, sem destruir a terra”.

Ele e a esposa, Elisângela, cuidam de uma fazenda no distrito de São Sebastião do Baixio, onde foi realizado, no dia 10 de dezembro, um dia de campo sobre plantio de cana-de-açúcar, e outro no dia 12 sobre plantio de Capiaçu, uma espécie de capim de alto rendimento para suplementação na forma de silagem.

Francisco Pires de Sales foi um dos participantes dos dias de campo em Periquito (MG) e também ficou muito satisfeito! “Dia de campo é sempre um dia que a gente aprende demais! E sempre tem algo novo para aprender, né?”.

Já em Governador Valadares, os dias de campo aconteceram em uma propriedade rural no distrito de São José do Itapinoã e tiveram como temas o plantio da cana-de-açúcar, no dia 11, e do Kurumi, outro tipo de capim com alto potencial de produção de forragem, no dia 13 de dezembro.

O proprietário da UD de Governador Valadares, Marcos Pigoretti, e a esposa, Marília, agradecem a participação de todos. “Estar participando desse projeto para nós é uma experiência maravilhosa! Pois está trazendo recursos e conhecimentos que não tínhamos. Também pelos dias de campo, com práticas e teorias, aprendemos muito com eles. Participar diretamente deste projeto foi um sonho que, aos poucos, está se realizando”.

Matheus de Sousa participou dos dias de campo em Governador Valadares e gostou das inovações trazidas nas capacitações. “Foi muito bom aprender um pouco mais sobre os modos corretos de se plantar. Foi muito gratificante conhecer esse programa do WWF com a Renova”.

Produção sustentável na bacia do Doce

As UDs de Governador Valadares e Periquito fazem parte do trabalho que vem sendo realizado pelo WWF-Brasil desde 2018 em parceria com a Fundação Renova no projeto piloto de recuperação florestal em larga escala, integrando desenvolvimento rural sustentável e abordagem inclusiva das comunidades na bacia do Rio Doce.

Após engajamento dos produtores e criação de um Portfólio de Desenvolvimento Rural Sustentável específico para a região, agora chegou a vez de implementar as UDs e fomentar dias de campo para capacitação e troca de experiências entre os agricultores locais.

“Os temas abordados nos Dias de Campo deste mês permitem conscientizar os produtores rurais sobre a possibilidade e necessidade de manutenção de áreas preservadas em suas propriedades”, afirma Gabriela Pereira, Analista de Conservação do WWF-Brasil.

Para o próximo ano, novos dias de campo e capacitações estão sendo planejadas para as duas UDs criadas, com implementação de novas técnicas ou tecnologias.

“Estas ações acontecem em áreas prioritárias, assim definidas por se tratarem de mananciais alternativos para localidades que tiveram suas captações de água afetadas pelo rompimento da barragem de Mariana. Com essas capacitações, a ideia é difundir que é possível produzir bem em menor área e realizar a recuperação florestal de outras áreas dentro da propriedade. Dessa forma, objetiva-se melhorar a qualidade e quantidade de água nessas bacias hidrográficas que serviriam de manancial alternativo para captação de água para abastecimento”, explica Felipe Drummond, Especialista do Uso Sustentável da Terra da Fundação Renova.
O projeto de recuperação da bacia do Rio Doce é uma parceria entre o WWF-Brasil e a Fundação Renova
© Leonardo Vieira Morais / WWF-Brasil Enlarge
Dia de campo em Governador Valadares (MG) sobre melhores formas de plantio de capim Kurumi (um tipo de capim para forragem) para se ter melhor produtividade
© Gabriela Pereira / WWF-Brasil Enlarge
Primeiro Dia de Campo na fazenda Bela Vista em São José do Itapinoã, distrito de Governador Valadares (MG)
© Leonardo Vieira Morais / WWF-Brasil Enlarge
Segundo Dia de Campo na fazenda Bela Vista, em São José do Itapinoã, distrito de Governador Valadares (MG)
© Leonardo Vieira Morais / WWF-Brasil Enlarge
DOE AGORA
DOE AGORA