A importância de mariposas-bruxas, vaga-lumes e fadinhas, insetos lendários na cultura popular | WWF Brasil

A importância de mariposas-bruxas, vaga-lumes e fadinhas, insetos lendários na cultura popular



31 outubro 2020    
Mariposa, Família Lasiocampidae
© Jirasak Chuangsen / Shutterstock
Insetos são fundamentais para manter o equilíbrio dos ecossistemas 

Por Mariana Gutiérrez 

Hoje (31) é o Dia das Bruxas, também conhecido como Halloween, uma data comemorada em muitos países e cada vez mais presente no Brasil. Que tal aproveitar a data para saber mais sobre a importância de alguns insetos que fazem parte de lendas populares, crenças e rituais populares? 

Alguns mitos e lendas associados aos insetos são crenças amigáveis, mas outras nem tanto, o que pode ser prejudicial para esses pequenos invertebrados. É importante lembrar que a existência deles é fundamental para manter o equilíbrio dos ecossistemas, como no caso das abelhas, vespas e borboletas, que garantem a reprodução de diversas plantas a partir do processo de polinização. 

A polinização pode ser realizada pelo vento e pela água –agentes abióticos– e também pelos animais como insetos, aves, morcegos e mamíferos não voadores. De acordo com o Relatório Temático sobre Polinização, Polinizadores e Produção de Alimentos no Brasil (2019), realizado pela Plataforma Brasileira de Biodiversidade e Serviços Ecossistêmicos (IPBES) “as abelhas são o grupo de polinizadores mais abundante na agricultura, pois visitam mais de 90% dos 107 principais cultivos agrícolas já estudados no mundo.”  

Por outro lado, a conexão que temos com muitos desses insetos surge de lendas ou mitos que são contados de geração para geração. Conheça algumas delas: 

Mariposa-bruxa (Ascalapha odorata

Popularmente conhecida como mariposa-bruxa, mariposa-negra, bruxa-negra ou bruxa, está associada à crença sobre a morte. No Brasil, acredita-se que quando uma mariposa deste tipo entra em casa ela pode trazer algum “mau agouro”, sinalizando a morte de algum morador. Tais crenças, com simbologia negativa, em muitos casos podem causar, junto com outras ameaças à espécie, a diminuição de suas populações. Em outras regiões, a presença da mariposa-bruxa traz felicidade, pois acredita-se que após o falecimento de um ser querido ela representa a alma da pessoa que visita seus parentes para se despedir.  

Vagalume (Família Elateridae, Phengodidae e Lampyridae

Pequenos seres de luz que iluminam a escuridão ou seres galácticos que iluminam as florestas. Esta relação se deve ao processo de bioluminescência que os vagalumes emitem por meio de reações químicas durante a sua reprodução. No Brasil, existem aproximadamente 500 espécies de vagalumes, porém elas vêm desaparecendo por motivos variados – a perda de habitat e a poluição luminosa atrapalham a época de reprodução, além do aumento no uso de inseticidas nas plantações. 

Borboleta-fadinha (Família Lycaenidae

Este tipo de borboleta tem como nome popular fadinha e existem diversos tipos que são associados a uma família inteira de borboletas (Lycaenidae). Na mitologia grega, as fadas eram conhecidas como protetoras da natureza. Se considerarmos que elas podem ajudar no processo de polinização, assumimos que continuam sendo nossas protetoras. Algumas borboletas-fadinha como a Arawacus aethesaMagnastigma julia, Strymon ohausi, e Joiceya praeclarus são ameaçadas de extinção, devido à perda de habitat e o uso de agrotóxicos. 

Joaninha (Família Coccinellidae
As joaninhas estão relacionadas à boa sorte, abundância e prosperidade. Os agricultores acreditavam que se uma joaninha pousasse em seus cultivos, as colheitas seriam bem sucedidas, e eles não estavam errados, porque as joaninhas também ajudam a combater pragas. São insetos pequenos que medem entre 4 a 9 milímetros, suas cores brilhantes são sinais de alerta para outros predadores e elas utilizam as duas antenas para sentir gostos e cheiros. 

Esperança (Família Tettigoniidae

A esperança é sinal de boa sorte, prosperidade e fé. Muitos acreditam que encontrar uma esperança morta é sinal de mau agouro. Elas podem ser confundidas com folhas por serem mestres em camuflagem, mecanismo utilizado como defesa contra seus predadores.  

Alguns insetos fazem parte do nosso dia a dia e podemos desconhecer sua função biológica, mas o cuidado que devemos ter com eles nos ajuda a perpetuar sua existência e a nossa. Existem muitos insetos que fazem parte da nossa cultura popular e muitos mais que são desconhecidos por causa da imensa diversidade da natureza. É importante refletirmos sobre nossa relação com o meio ambiente, inclusive a relação com esses seres diminutos. 

O WWF-Brasil atua fortemente em ações que ajudam a reverter a situação crítica de muitas espécies ameaçadas de extinção e também no combate ao desmatamento. Contribua com nossas ações em defesa da vida: doe.wwf.org. 
Mariposa, Família Lasiocampidae
© Jirasak Chuangsen / Shutterstock Enlarge
No Brasil, existem aproximadamente 500 espécies de vagalumes.
© Shutterstock Enlarge
Mariposa-bruxa (Ascalapha odorata)
© Shutterstock Enlarge
Pseudolycaena marsyas (Linnaes, 1758) - Família Lycaenidae. Área de Proteção Ambiental do Mestre Álvaro, Serra-ES.
© Hilton Monteiro Cristovão Enlarge
As joaninhas estão relacionadas à boa sorte, abundância e prosperidade.
© Shutterstock Enlarge
Esperança (Família Tettigoniidae)
© Kerli Kaljur / Shutterstock Enlarge
DOE AGORA
DOE AGORA