Pró-Espécies seleciona consultoria para pesquisa de opinião pública sobre animais silvestres | WWF Brasil

Pró-Espécies seleciona consultoria para pesquisa de opinião pública sobre animais silvestres



02 Outubro 2019   |  
Lontra gigante (Pteronura brasiliensis) segurando um galho em uma lagoa ao lado do rio Paraguai, reserva de Taiama, oeste do Pantanal, Brasil, América do Sul.
© naturepl.com / Nick Garbutt / WWF
Convidamos você a participar da seleção de consultoria pessoa jurídica (PJ) com vistas a conhecer a opinião pública sobre a percepção da relação da população com animais silvestres brasileiros, para melhor embasar campanhas e ações de sensibilização contra ilícitos envolvendo animais silvestres previstas no escopo do Projeto da Estratégia Nacional para Conservação de Espécies Ameaçadas de Extinção - Pró-Espécies: Todos contra a extinção.

O componente 2 do Projeto Pró-Espécies está relacionado ao combate de ilícitos contra espécies silvestres brasileiras e visa à realização de uma campanha de sensibilização para combater o tráfico de animais silvestres. Espera-se que a pesquisa mostre a opinião pública sobre questões relacionadas à comercialização de animais silvestres brasileiros, mercado ilegal motivações para posse e percepção das consequências da compra de animais silvestres.

A Estratégia Nacional para a Conservação de Espécies Ameaçadas de Extinção Pró-Espécies: Todos contra a extinção, uma iniciativa do Ministério do Meio Ambiente (MMA) que tem como objetivo adotar ações de prevenção, conservação, manejo e gestão para minimizar as ameaças, o risco de extinção e melhorar o estado de conservação das espécies ameaçadas.

As empresas (pessoa jurídica) devem enviar a proposta, considerando os itens e condições descritos na carta convite até o dia 21/10/2019. Acesse a carta convite para mais informações.

O período estimado da consultoria será de 50 dias.
 
Sobre o Projeto Pró-Espécies
 
O projeto Pró-Espécies é financiado pelo Fundo Mundial para o Meio Ambiente (GEF, da sigla em inglês para Global Environment Facility Trust Fund), é coordenada pelo Departamento de Conservação e Manejo de Espécies (DESP/MMA) e implementada pelo Fundo Brasileiro para a Biodiversidade (Funbio), sendo o WWF-Brasil a agência executora.
 
O projeto trabalha em conjunto com 13 estados do Brasil (MA, BA, PA, AM, TO, GO, SC, PR, RS, MG, SP, RJ e ES) para desenvolver estratégias de conservação em 24 territórios, totalizando 9 milhões de hectares. E prioriza a integração da União e estados na implementação de políticas públicas, assim como procura alavancar iniciativas para reduzir as ameaças e melhorar o estado de conservação de pelo menos 290 espécies categorizadas como Criticamente em Perigo (CR) e que não contam com nenhum instrumento de conservação.

Dúvidas podem ser esclarecidas até o dia 11/10/2019 pelo email: proespecies@wwf.org.br. 
Lontra gigante (Pteronura brasiliensis) segurando um galho em uma lagoa ao lado do rio Paraguai, reserva de Taiama, oeste do Pantanal, Brasil, América do Sul.
© naturepl.com / Nick Garbutt / WWF Enlarge

Comentários

blog comments powered by Disqus
DOE AGORA
DOE AGORA