Agricultores do Descoberto começam a "produzir água" | WWF Brasil

Agricultores do Descoberto começam a "produzir água"



22 Março 2019   |  
A bacia do Descoberto é responsável pelo abastecimento de 60% da população do DF
© Abílio Vinicius/ WWF-Brasil
Renata Andrada Peña
(Com informações da ANA)

Uma boa notícia na data em que comemoramos o Dia Mundial da Água. A partir de hoje, os produtores rurais do Alto Descoberto, região da cabeceira do principal manancial do Distrito Federal, passam a integrar o Programa Produtor de Água, concebido pela Agência Nacional de Águas (ANA) e executado e gerido por uma rede de parceiros em todo o país.

Os produtores participantes serão remunerados por atuar em prol da conservação e da preservação dos recursos hídricos. A primeira fase contemplará 50 propriedades e a segunda alçancará 200 das 1.200 existentes na bacia.  A intenção é estimular o uso racional da água e incentivar a atividade rural sustentável na região, principal reservatório do Distrito Federal, incialmente até 2024. A bacia enfrenta atualmente diversos desafios como o desmatamento, erosão, impermeabilização do solo e ocupações das margens dos rios por atividades agrícolas.

O WWF-Brasil apoia o projeto com atividades técnicas e financeiras. Desde 2012, o DF já conta com o Produtor de Água no Pipiripau, onde o WWF-Brasil também atua. Nesta bacia são  desenvolvidas ações de conservação de água e solo em propriedades rurais da bacia do ribeirão Pipiripau, responsável pelo abastecimento de aproximadamente 180 mil habitantes das cidades-satélites de Planaltina e Sobradinho.

“A conservação do solo ajuda na infiltração da água. Assim, no período seco, o objetivo é termos o aumento da vazão das nascentes e rios. Isso é muito importante para os moradores do DF já que não podemos esquecer da crise hídrica que enfrentamos até o ano passado. Para cada dois copos de água que um morador do DF consome, mais de um vem da bacia do Descoberto. Cuidar do Descoberto é cuidar do povo candango”, disse Júlio César Sampaio, representante do WWF-Brasil na solenidade de inauguração do projeto.

O Pagamento por Serviços Ambientais (PSA)
O Programa Produtor de Água fará o Pagamento por Serviços Ambientais (PSA) aos produtores rurais do Alto Descoberto que aderirem à iniciativa proporcionalmente às ações de conservação de água e solo implementadas, como cercamento de nascentes, plantio de matas ciliares, adequação de estradas rurais, terraceamento, saneamento rural, entre outras ações que permitem o aumento da qualidade e da quantidade da água na região, o que acaba se refletindo no reservatório. 

Os recursos serão provenientes dos aportes técnicos e financeiros das instituições que, ao assinarem o Acordo, se comprometem em atuar para a recuperação hídrica e ambiental do Alto Descoberto. Está em andamento a elaboração de um projeto básico para recuperação hidroambiental da bacia, que vai determinar as ações de conservação de água e solo necessárias para a região e os custos destas intervenções. 

 

A bacia do Descoberto é responsável pelo abastecimento de 60% da população do DF
© Abílio Vinicius/ WWF-Brasil Enlarge
A partir de hoje e, inicialmente até 2024, os agricultores do Descoberto começam a produzir água
© Abílio Vinicius/ WWF-Brasil Enlarge
O representante do WWF-Brasil participa de solenidade de inauguração do Produtor de Água no Descoberto
© Abílio Vinicius/ WWF-Brasil Enlarge

Comentários

blog comments powered by Disqus
DOE AGORA
DOE AGORA