Curitiba participa do Desafio das Cidades pela primeira vez com foco em mobilidade urbana | WWF Brasil

Curitiba participa do Desafio das Cidades pela primeira vez com foco em mobilidade urbana



20 dezembro 2017    
A capital de Curitiba é pioneira em sistemas inovadores de transporte público
© Cesar Brustolin/SMCS
Capital paranaense avança com corredores exclusivos para ônibus e incentivo ao uso de bicicletas

Curitiba já foi reconhecida como um dos municípios brasileiros de vanguarda no desenvolvimento sustentável, mas viu essa trajetória entrar em compasso de espera por um período. Agora, parece retomar o trilho da economia de baixo carbono. Prova disso é a participação, pela primeira vez, no Desafio das Cidades pelo Planeta, competição global do WWF que chega à sua quarta edição no país em parceria com o Iclei (Governos Locais pela Sustentabilidade) para reconhecer os esforços dos governos locais no enfrentamento às mudanças climáticas. 

Para tentar convencer o júri internacional a reservar um espaço entre os três finalistas, a capital paranaense reportou na Plataforma de Registro Climático Carbonn sua ação de Bus Rapid Transit (BRT), que envolve o ajuste de pistas exclusivas para transporte coletivo. Esse movimento permitiu o uso de linhas de ônibus chamadas Ligeirão, mais rápidas e com menos paradas. 

O projeto, implementado em 2010 e auxiliado pelo início da operação do maior ônibus do mundo em 2011, está sendo ampliado ao longo dos eixos Norte-Sul e Leste-Oeste. Entre as previsões, melhorias nos pavimentos e travessias para acessibilidade de terminais e estações e a implementação de racks de bicicletas, assim como a migração do tráfego de ciclistas do compartilhamento de transporte coletivo para as pistas marginais ao longo do eixo estrutural. 
Além disso, haverá renovação, ampliação e implantação de terminais de ônibus e priorização de semáforos ligados ao Sistema Integrado de Mobilidade. 

Atualmente, existem mais de 1,3 milhão de veículos particulares registrados em Curitiba, fonte de problemas operacionais para o transporte público e a mobilidade em geral. A prefeitura explica em seu relatório que sempre se manteve preocupada com a busca de soluções viáveis ligadas ao desenvolvimento urbano e metropolitano de seus transportes de massa. Ao todo, hoje, são 24 ônibus no sistema BRT com capacidade para transportar 68 mil passageiros por dia. 

O Desafio das Cidades pelo Planeta fica mais completo com a presença de Curitiba na competição em virtude não apenas de seu histórico, como também em função do foco em mobilidade urbana, plataforma central do concurso nesse ano. 
A capital de Curitiba é pioneira em sistemas inovadores de transporte público
© Cesar Brustolin/SMCS Enlarge
DOE AGORA
DOE AGORA