WWF-Brasil contribui para o fortalecimento da Associação de Condutores da ilha | WWF Brasil

WWF-Brasil contribui para o fortalecimento da Associação de Condutores da ilha



04 Outubro 2017    
Parceiros comemoram finalização de etapa do planejamento da Acitur-FN
© WWF Brasil
Em setembro houve o encerramento de mais uma etapa do Planejamento e Gestão da Associação de Condutores e Divulgadores de Informações Turísticas de Fernando de Noronha (Acitur). Entre os meses de junho e setembro, a Acitur passou por um processo para a qualificação e o aprimoramento da prestação de serviço no atendimento ao turista que visita Noronha. Foram realizadas reuniões de trabalho, palestras e cursos para qualificação, além de atividades de campo.

O objetivo era o de melhorar a gestão, organizar a estrutura, criar um regimento interno e uma identidade institucional para a entidade, além de desenvolver um plano de ação. “A minha expectativa é ter condutores empoderados de conhecimento, que possam se sentir parte do meio, desse processo de criação e de organização e que façam valer sua cidadania, que consigam ter voz”, espera a presidente da Acitur, Silvia Moraes. O WWF-Brasil contribuiu com o curso “Estratégias de comunicação para a projeção da Acitur no mercado brasileiro e internacional”, além de oferecer apoio à implementação de iniciativas de comunicação futuras. Os perfis nas mídias sociais já foram reativados com a nova logomarca e a rede de parceiros cresceu.

Em Noronha existem atualmente 403 condutores autorizados, sendo 50 deles associados à Acitur, que em novembro deste ano completa 20 anos. Há quatro passa por uma total repaginação, integrando a visão de ecoturismo, pilar principal do turismo na ilha. A Associação tem cadeira no Conselho do Parque, da APA, no Conselho de Saúde, de Educação, além de participar do Conselho de Turismo. “Para a gestão do Parque Nacional Marinho é muito importante que os condutores busquem sua organização e seu fortalecimento, pois desempenham papel fundamental nos serviços oferecidos ao turista, além de melhorarmos a comunicação com esse segmento”, avalia Felipe Mendonça, gestor do ICMBio Noronha. 

O planejamento estratégico da Acitur vem sendo realizado pela Atuss Consultoria e o ICMBio, em parceria com outras instituições. “Eu acredito que os condutores são propulsores do desenvolvimento do turismo local. Percebemos que a Acitur não tinha a parte de gestão estruturada e precisava diversificar a oferta de roteiros turísticos e melhorar a divulgação e comercialização dos produtos”, avalia Ana Paula Garcia, diretora da consultoria. Também faz parte do planejamento estratégico a tarifação dos produtos e o alinhamento com a conservação ambiental.
Parceiros comemoram finalização de etapa do planejamento da Acitur-FN
© WWF Brasil Enlarge
DOE AGORA
DOE AGORA