WWF-Brasil lança plataforma de EAD

14 outubro 2021

Primeiro curso oferecido é destinado a guardas-parques

Primeiro curso oferecido é destinado a guardas-parques

Em setembro, o WWF-Brasil, em parceria com o WWF-Bolívia e o WWF-Paraguai e com apoio da União Europeia, deu início ao seu primeiro curso EAD em plataforma própria.
 

Voltado inicialmente para guardas-parques com atuação no Pantanal, o curso buscou estimular a troca e o relato de experiências sobre os desafios de atuar em áreas protegidas em tempos de pandemia, e promoveu um fórum de discussão a partir dos eixos de proteção ambiental e vigilância; uso público; apoio a comunidades locais; manejo de recursos naturais; administração e operacionalização; monitoramento e avaliação.
 

O tema despertou interesse em profissionais com atuação em outros biomas, o que fez com que a organização do curso acolhesse também participantes de diferentes regiões do Brasil e de outros países.
 

A atividade aconteceu no âmbito do 5º Encontro Trinacional de Guardas-Parques, promovido anualmente junto a profissionais do Brasil, da Bolívia e do Paraguai com atuação em áreas protegidas na região do Pantanal. Com a pandemia, o encontro e o curso aconteceram virtualmente, mas o objetivo permanece o mesmo: promover intercâmbio entre os guardas-parques e o compartilhamento de experiências.
 

O curso em EAD disponibilizou um passo a passo sobre como preparar artigos, para que os participantes fizessem seus relatos de experiências. Complementando a atividade, haverá um webinar nos dias 19 a 21 de outubro, ocasião em que alguns dos guardas-parques apresentarão suas experiências, selecionadas a partir do curso. Até o final do ano será editada uma publicação bilíngue português-espanhol reunindo os relatos de experiência de todos os participantes.
 

“Além de promover essa troca entre os guardas-parques, o curso busca compartilhar algumas técnicas de elaboração de resumos e propostas para que essas experiências sejam contadas também em formato mais técnico. Buscamos aproveitar o momento e a pandemia para oferecer também uma capacitação mínima sobre isso, porque nem todo guarda-parque sabe relatar uma experiência em forma de artigo,” define Osvaldo Barassi Gajardo, especialista de conservação do WWF-Brasil.
 

O encontro de guardas-parques já capacitou dezenas de pessoas nos três países em suas cinco edições. A recorrência da participação é destacada como indicador de qualidade, e os temas mudam de acordo com as necessidades relatadas pelos participantes.


Novos cursos em EAD já estão a caminho
 

O WWF-Brasil já previa a criação de uma plataforma de EAD antes da pandemia. Experiências recentes em parceria com o Senai e o Sebrae aceleraram o processo.
 

Dois cursos online foram promovidos entre 2020 e 2021 - um sobre Plano de Negócio para RPPNs e demais áreas protegidas, em parceria com o Sebrae, e outro sobre Fundamentos, conceitos e ferramentas estratégicas, voltado para gestores de unidades de conservação, em parceria com o Senai MS. Em ambos os casos, a equipe do WWF-Brasil elaborou e forneceu o conteúdo e os parceiros disponibilizaram a formação em suas plataformas.
 

Em breve, versões desses dois cursos estarão disponíveis também na plataforma do WWF-Brasil, com 100 vagas destinadas para o primeiro e 200 para o segundo. Um quarto curso, sobre ameaças legais às áreas protegidas, completa a lista de ofertas para este ano.


“Nosso objetivo é ganhar escala, tempo e qualidade. Com a experiência anterior, percebemos que há uma demanda grande por EAD. Os temas dos cursos que estamos formatando atendem a demandas dos gestores e parceiros, questões sensíveis que eles nos relatam na ponta. Estamos endereçando essas questões com EAD”, afirma Júlia Boock, especialista de conservação do WWF-Brasil.
 

Estão em desenvolvimento cursos sobre incidência política para a sociedade civil e uso de tecnologias na gestão de áreas protegidas, temas identificados como prioritários a partir de conversas com os gestores.
 

A previsão é que a plataforma de EAD do WWF-Brasil ofereça até 600 vagas mensais em cursos, voltados não apenas para gestores de unidades de conservação, mas também para a sociedade civil e estudantes.
 

Embora os primeiros cursos ofertados sejam voltados a áreas protegidas, a tendência é que cursos em outras áreas de atuação do WWF-Brasil sejam também disponibilizados na plataforma.
 

A agenda dos próximos cursos em EAD será divulgada no site e nas redes do WWF-Brasil.

Plataforma EAD WWF-Brasil
© WWF
DOE AGORA
DOE AGORA