Hora do Planeta 2020 foi totalmente digital e ofereceu atividades gratuitas; veja destaques | WWF Brasil

Hora do Planeta 2020 foi totalmente digital e ofereceu atividades gratuitas; veja destaques



30 março 2020    
Kaique Brito e Maddu Magalhães conversam sobre a importância de usar nossa voz pelo planeta
© Captura de tela
Evento foi totalmente digital e contou com mais de 12 horas de programação; veja destaques das oficinas e bate-papos

Por WWF-Brasil


A Hora do Planeta 2020 foi totalmente digital. Para priorizar o cuidado com a saúde da população brasileira e em cooperação com toda sociedade para evitar o aumento no contágio do coronavírus, o WWF-Brasil decidiu substituir eventos físicos por um conjunto de atividades e manifestações online, no Festival Digital Hora do Planeta 2020 – Use Sua Voz Pela Natureza.  

Assim, em 28 de março, a organização ofereceu 12 horas de programação totalmente gratuita. Gabriela Yamagushi, diretora de Sociedade Engajada do WWF-Brasil, deu as boas-vindas e destacou a importância do cuidar e da nossa conexão com tudo o que está ao nosso redor, “do ar que a gente respira, à natureza que fazemos parte”.

As transmissões online foram iniciadas com a primeira atividade do dia: Prática de yoga: conectados com o corpo e com o planeta. A professora Bibi Campos começou fazendo uma interessante reflexão. “Acredito que todos nós estamos conectados com tudo e todos. Não precisamos separar as coisas. Quando estamos cuidando de nós mesmos estamos cuidando de tudo, e quando estamos cuidando dos nossos oceanos, do nosso ar, das nossas florestas, podemos lembrar que estamos cuidando da gente”. Durante 30 minutos, também foi oferecido ao público um momento de meditação, de atividade física e de relaxamento. 

Na sequência, a pedagoga e educadora física e pedagoga Vivi Lisbôa comandou a transmissão Conectando nossa rotina com a rotina dos pequenos. “Temos que lembrar que tudo o que está acontecendo é uma oportunidade de relacionamento, de descobertas e de união. É importante nos atentarmos a deixar os pequenos bem informados e se sentindo inclusos no dia a dia de seus pais”, destacou. Acompanhada por Júlia (8 anos), a especialista em recreação infantil também sugeriu duas atividades, “Jogo dos Pontos na Cartela de Ovos” e “Corrida das Bolinhas”, além de trazer várias dicas de interação e cuidados.
 
Os escoteiros, grandes mobilizadores da Hora do Planeta, também marcaram presença com a transmissão: Aprenda a fazer nós com os escoteiros. Filipe Conde, escoteiro há 14 anos e atualmente criador do Canal SAPS, do Youtube, foi o responsável por desafiar escoteiros e apresentar essa atividade tipicamente escoteira. Além de revelar nomenclaturas, utilidades e conceitos de nós -falando sobre os “nós úteis” e “nós estéticos”-, o youtuber mostrou que é possível fazer nós com cordas, barbantes, lenços e fitas.
 
A criadora do podcast "Jornada da Calma", da revista Veja São Paulo, Helena Galante recebeu o escritor e empreendedor Gustavo Tanaka no bate-papo Um olhar inovador sobre o que está acontecendo no planeta, em que falaram sobre como podemos viver em um mundo em transformação, tocado pelo coronavírus e outras tragédias ambientais.
 
Para o também colunista da revista Vida Simples, o confinamento causado pelo coronavírus é uma oportunidade de refletir sobre o que queremos no futuro e repensar o ritmo em que a humanidade tem vivido. “Foi bom para que a gente percebesse que não preciso trabalhar tanto, não preciso consumir tanto, não preciso sair tanto. Estávamos vivendo de uma forma muito prejudicial ao meio ambiente. É o momento de tomarmos consciência de que somos parte do planeta, uma pequena célula desse organismo. Eu não quero ser uma celula cancerígena, quero ser uma celula que ajuda. No dia a dia o que podemos fazer é repensar a forma como olhamos para nós mesmos e como olhamos para a vida, em pequenas praticas diárias: como eu posso ser útil a alguém? Quem eu posso ajudar? Se cada pessoa fizer um pouquinho isso, vai ser uma transformação gigantesca”, afirmou.
 
Helena acredita que o coronavírus e essa "parada do mundo" é uma oportunidade para grandes transformações. “Não podemos seguir olhando cada um para o próprio umbigo. Minha sensação é que se conseguirmos assumir uma postura reflexiva, vamos conseguir dar uma puxada no freio de mão e viver melhor neste planeta. Não existe mais o eu aqui e a natureza ali. Também é importante que lembremos de seguir sendo solidários quando tudo isso acabar”.

Os últimos convidados do dia foram o influenciador baiano Kaique Brito e a artista plástica, youtuber e atriz Maddu Magalhães, que participaram da live Eu uso minha voz pela natureza. Na conversa a dupla falou sobre a relação com o meio ambiente e como pequenas atitudes que podem impactar o cenário de mudanças climáticas que estamos passando. 
 
O jovem de 15 anos contou que tem se esforçado para estar mais conectado com o tema meio ambiente. “A humanidade sempre usou a natureza, mas chegamos a um ponto de destruição. Então é o momento de repensar essa forma de viver com a natureza e eu acredito que podemos inserir no nosso dia a dia pequenos hábitos que podem ajudar e muito. A natureza é um assunte urgente! O derramamento de óleo aqui no nordeste, por exemplo, foi algo que me tocou muito. Até hoje a gente está sem resposta, de onde veio, como veio parar aqui... Seria muito importante a gente saber!”, disse.

Maddu fez questão de destacar a importância da ação de cada um e da união de todos nessa luta e contou um pouco de sua experiência. “Se cada um de nós influenciar uma ou duas pessoas com relação ao meio ambiente isso vira uma reação em cadeia e podemos fazer uma grande transformação. Devemos ser influenciadores de boas ideias e atitudes pelo planeta”. 

“Mais de 70% da minha casa é decorada com móveis e objetos que eu coleto em caçambas de lixo. Ou seja, é reaproveitada. Eu consegui diminuir o volume de consumo. Me sinto mais transformada, mais importante e mais conectada ao planeta. A mudança de hábito pode parecer um esforço no começo, mas depois é uma recompensa e você se contextualiza com o planeta”, finalizou a youtuber.  
Kaique Brito e Maddu Magalhães conversam sobre a importância de usar nossa voz pelo planeta
© Captura de tela Enlarge
Helena Galante e Gustavo Tanaka deram dicas de como ter um olhar inovador sobre o que está acontecendo no planeta
© Captura de tela Enlarge
Filipe Conde mostrou uma atividade tipicamente escoteira: fazer nós
© WWF-Brasil Enlarge
"O que está acontecendo é uma oportunidade de relacionamento, de descobertas e de união", alerta a pedagoga Vivi Lisbôa
© Divulgação/WWF-Brasil Enlarge
Atividade com a professora de yoga Bibi Campos foi um momento de reflexão, de meditação, de atividade física e de relaxamento
© Divulgação/WWF-Brasil Enlarge
DOE AGORA
DOE AGORA