Área queimada no Pantanal passa de 1 milhão de hectares | WWF Brasil

Área queimada no Pantanal passa de 1 milhão de hectares



04 Novembro 2019   |  
A ocorrência de incêndios na seca é de origem antropogênica (causado pelo homem de forma organizada – normalmente prevista em lei – ou desordenada) e está diretamente relacionada ao desmatamento e reforma das pastagens.
© Sean Keuroghlian-Eaton/WWF-Brasil
Até outubro de 2019, foram registrados quase 8 mil incêndios na maior área úmida do planeta

Por Renata Peña
 
Em 2019, o fogo no Pantanal alcançou proporções nunca antes registradas. Segundo análise do WWF-Brasil, até outubro de 2019, houve um aumento de 97% do número de focos de calor em comparação à média dos últimos 10 anos: foram registrados quase 8 mil incêndios.
 
O cenário é de devastação. A queimada deste ano forma uma linha que de mais de 50 km da rodovia BR-262, algo jamais visto pelos antigos pantaneiros e ribeirinhos, segundo relatos às equipes que fazem o combate no local. O fogo tem avançado rapidamente por conta da combinação altas temperaturas e ventos fortes, condições ideais para a propagação, segundo explicam o Corpo de Bombeiros e o governo do estado de Mato Grosso do Sul (MS).
 
Um estudo do WWF indica que o total de área queimada passa de um milhão de hectares. Segundo a análise, elaborada com dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), os focos de incêndio estão localizados em áreas perto de cidades, rodovias e propriedades privadas. Existe baixa ocorrência de fontes de calor em terras indígenas e nenhuma em áreas protegidas, o que demonstra a eficácia desses mecanismos de conservação.
 
O governo do estado de MS afirma que as queimadas, além do trecho da rodovia, ocorrem em áreas de difícil acesso mata a dentro. As chamas destroem trechos do Pantanal que ficam nos municípios de Corumbá, Miranda e Aquidauana. São áreas particulares, a partir do km 600 da BR-262, nos dois extremos da rodovia, chegando próximo a Porto Morrinho, que é onde fica a ponte sobre o Rio Paraguai. Os três municípios estão em situação de emergência desde setembro por conta dos incêndios. O fogo está também na região da Estrada Parque, onde ficam diversas fazendas de pecuária e turismo. A maioria com lotação completa de turistas em razão da proximidade do encerramento da temporada de pesca nos rios do Pantanal. Há relatos de pessoas ilhadas, sem poder se deslocar.
 
O Pantanal e o fogo
O Pantanal é um ecossistema adaptado ao fogo, com cascas grossas e mecanismos de germinação adaptados ao fogo.
 
A ocorrência de incêndios na seca é de origem antropogênica (causado pelo homem de forma organizada – normalmente prevista em lei – ou desordenada) e está diretamente relacionada ao desmatamento e reforma das pastagens.
 
O Corpo de Bombeiros do estado de Mato Grosso do Sul disse oficialmente na semana passada que não é possível ainda afirmar que os incêndios tenham sido criminosos, porque ainda não foi feita perícia, porém, não há dúvidas de que foram causados pelo homem (por negligência ou imprudência). 
 
Por que os incêndios aumentaram em 2019
Para o WWF, o aumento na ocorrência de incêndios pode estar vinculado à diminuição do orçamento dos órgãos de controle ambiental e ao atraso na contratação de brigadas de combate a incêndio. No caso do Brasil, o orçamento brasileiro para combate a incêndios foi reduzido em 34%. Outro fator importante é a retórica do governo de que o controle ambiental e a preservação da biodiversidade são barreiras ao desenvolvimento.

A ocorrência de incêndios na seca está diretamente relacionada ao desmatamento e reforma das pastagens.
 
Diferença entre focos de calor, focos de incêndio e focos de queimada?
Focos de calor: Qualquer temperatura registrada acima de 47ºC. Um foco de calor não é necessariamente um foco de fogo ou incêndio.
 
Queimadas: A queimada é uma antiga prática agropastoril ou florestal que utiliza o fogo de forma controlada para viabilizar a agricultura ou renovar as pastagens. A queimada deve ser feita sob determinadas condições ambientais que permitam que o fogo se mantenha confinado à área que será utilizada para a agricultura ou pecuária.
 
Incêndio Florestal: É o fogo sem controle que incide sobre qualquer forma de vegetação, podendo tanto ser provocado pelo homem (intencional ou negligência), quanto por uma causa natural, como os raios solares, por exemplo.
 
 
A ocorrência de incêndios na seca é de origem antropogênica (causado pelo homem de forma organizada – normalmente prevista em lei – ou desordenada) e está diretamente relacionada ao desmatamento e reforma das pastagens.
© Sean Keuroghlian-Eaton/WWF-Brasil Enlarge
A área queimada no Pantanal passa de 1 milhão de hectares
© Sean Keuroghlian-Eaton/WWF-Brasil Enlarge
Até outubro de 2019, foram registrados quase 8 mil incêndios na maior área úmida do planeta
© Sean Keuroghlian-Eaton/WWF-Brasil Enlarge
Segundo análise do WWF-Brasil, até outubro de 2019, houve um aumento de 97% do número de focos de calor em comparação à média dos últimos 10 anos
© Sean Keuroghlian-Eaton/WWF-Brasil Enlarge
O cenário é de devastação. A queimada deste ano forma uma linha que de mais de 50 km, algo jamais visto pelos antigos pantaneiros e ribeirinhos, segundo relatos deles às equipes que fazem o combate no local
© Sean Keuroghlian-Eaton/WWF-Brasil Enlarge

Comentários

blog comments powered by Disqus
DOE AGORA
DOE AGORA