Delta do Parnaíba recebe formação de mobilizadores sociais | WWF Brasil

Delta do Parnaíba recebe formação de mobilizadores sociais



07 Novembro 2018   |  
Voluntários celebram conhecimento adquirido
© Mariana Corá/WWF-Brasil
Por Douglas Santos

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) em parceria com o WWF-Brasil organizou a primeira Oficina de Formação de Mobilizadores Sociais do Delta do Parnaíba, entre os dias 19 e 20 de outubro, no PIauí. Ao todo, foram 26 moradores da região capacitados para dialogar com a comunidade e buscar soluções em sustentabilidade para os sistemas de produção e conservação dos recursos naturais.

As atividades foram desenvolvidas para criarem um intercâmbio de experiências na construção do conhecimento prático a partir da realidade local, além de oferecer novos conteúdos pedagógicos aos participantes. De acordo com Tatiana Rehder, chefe da Resex Marinha do Delta do Parnaíba, esse processo de aprendizagem coletiva aumenta a capacidade de mobilização da comunidade local para preservar a reserva. “Com esse trabalho, sensibilizamos e formamos pessoas que estão engajadas em buscar soluções em conjunto para dar visibilidade a riqueza social, cultural e ambiental da Região e assim reduzir a vulnerabilidade socioambiental da Resex”, afirma Tatiana.

De acordo com a voluntária Ana Janaína Barbosa, a região possui um grande potencial de mudanças. “Depende nós, está em nossas mãos, que as crianças possam ver árvores e que as próximas gerações conheçam nossa cultura. Aqui no Delta é muito importante nossa mobilização para um mundo melhor para todos”, afirma Barbosa.

Atualmente, 2.800 famílias vivem na região, sendo que 90% delas vivem exclusivamente da pesca artesanal. “Uma Resex possui forte ligação com as comunidades locais, elas representam uma cultura tradicional que vive de atividades com contato direto com a natureza. Dessa forma, o projeto busca incentivar e valorizar as culturas tradicionais, reaflorando a conexão do homem com a natureza. Além de auxiliar no desenvolvimento de formas de geração de renda”, afirma Mariana Corá, Analista de Conservação do WWF-Brasil.

Entre as atividades previstas para os próximos meses estão a implementação de oficinas com pescadores locais para o desenvolvimento de acordos de pesca, e a elaboração de um diagnóstico de vulnerabilidade às mudanças na paisagem, relacionadas ou não às mudanças climáticas.

Sobre a Resex Marinha do Delta do Paranaíba

Com uma área de quase 30 mil hectares, a reserva extrativista foi criada em 2000 e tem como principal área a ilha das Canárias, segunda maior do Delta, com cinco povoados (Canárias, Passarinho, Caiçara, Torto e Morro do Meio) e aproximadamente 3 mil habitantes, que vivem basicamente da pesca, da cata do caranguejo, extrativismo vegetal e da agricultura em pequena escala.

Sobre o WWF-Brasil

O WWF-Brasil é uma organização não-governamental brasileira e sem fins lucrativos que trabalha para mudar a atual trajetória de degradação ambiental e promover um futuro onde sociedade e natureza vivam em harmonia. Criada em 1996, atua em todo Brasil e integra a Rede WWF, presente em mais de 100 países. 
Voluntários celebram conhecimento adquirido
© Mariana Corá/WWF-Brasil Enlarge
Dinâmica com palhaços durante o curso de formação
© Mariana Corá/WWF-Brasil Enlarge

Comentários

blog comments powered by Disqus
DOE AGORA
DOE AGORA