Senador tenta "passar boiada" no Acre | WWF Brasil

Senador tenta "passar boiada" no Acre



28 maio 2020    
Parque Nacional da Serra do Divisor, Cruzeiro do Sul, Acre
© WWF-Brasil
Márcio Bittar (MDB) segue cartilha de Ricardo Salles e quer construir rodovia numa das áreas mais bem preservadas da Amazônia

Por WWF-Brasil

Enquanto em toda a Amazônia os casos de Covid-19 e de vidas perdidas para a doença não param de crescer, o senador Márcio Bittar (MDB-AC) tem aproveitado para seguir a cartilha do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, tentando fazer “passar a boiada”. Conhecido por difundir ideias esdrúxulas, como a negação das mudanças climáticas e acusações contra a comunidade internacional pela pobreza de quem vive no bioma, Bittar tem atuado em Brasília para que projetos de infraestrutura de grande impacto avancem.

Em reunião nesta semana com o diretor-presidente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), o general Antônio Leite dos Santos Filho, o parlamentar anunciou, ainda para 2020, o planejamento do Estudo de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental (Evtea) do trecho da BR-364 entre Cruzeiro do Sul, no Acre, e Pucallpa, no Peru.

Embora o Acre já esteja conectado ao país vizinho pela BR-317, a Rodovia Interoceânica, o atual governo do Estado defende a obra como forma de impulsionar o desenvolvimento da região. Além da Serra do Divisor, o traçado da estrada também passaria pela Terra Indígena Puyanawa. Apesar dos impactos socioambientais, a construção foi defendida por Ricardo Salles durante visita a Cruzeiro do Sul no ano passado.

“A conexão com o Peru é extremamente importante para o desenvolvimento do Acre, como bem colocaram todas as lideranças. O governo do presidente Jair Bolsonaro apoia essa decisão que promove a economia e fomenta a expansão dos mercados”, disse o ministro do Meio Ambiente na ocasião.

A rodovia vai passar por uma das regiões mais bem preservadas da Amazônia, e que concentra uma das maiores biodiversidades do planeta. E causará impactos, sobretudo, no Parque Nacional da Serra do Divisor, que Bittar quer transformar em Área de Proteção Ambiental (APA), cujas regras de proteção são menos rígidas.

Junto com a deputada federal Mara Rocha (PSDB-AC), o senador bolsonarista defende o projeto de lei (PL 6024/19) que reduz a área da Reserva Extrativista Chico Mendes e “rebaixa” o Parque Nacional.
Parque Nacional da Serra do Divisor, Cruzeiro do Sul, Acre
© WWF-Brasil Enlarge
DOE AGORA
DOE AGORA