Simpósio traz avanços para o uso público dos Parques no Mato Grosso do Sul



21 novembro 2019    
Simpósio de Uso Público de Unidades de Conservação no Mato Grosso do Sul
© WWF-Brasil
Por Marcos Piovesan

Campo Grande – O Simpósio de Uso Público em Parques no Mato Grosso do Sul trouxe importantes avanços para o desenvolvimento sustentável do estado. Oferecido como parte da agenda de celebração do Dia do Pantanal, reuniu mais de 170 pessoas ao longo dos dias 12 e 13 de novembro.
Organizado pelo WWF-Brasil em conjunto com a Semagro (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) e apoio do Imasul (Instituto de Meio Ambiente do Mato Grosso do Sul) e Instituto Semeia, o Simpósio foi financiado pela União Europeia, por meio do projeto PASOS.

Já em sua abertura, no dia 12 de novembro, o Governo do Estado do Mato Grosso do Sul assinou a normativa que criou o Programa Estadual de Uso Público de Parques. Além deste, também foi assinado um acordo de cooperação com o WWF-Brasil, que prevê ações relacionadas à melhoria de gestão de áreas protegidas, educação ambiental e combate ao fogo.

Segundo Cássio Bernardino, analista de conservação do WWF-Brasil, esse acordo contribuirá para a aceleração da implementação da agenda de desenvolvimento sustentável no estado. “Há grandes oportunidades de se abrir as áreas protegidas do estado para sociedade, conectando as pessoas com a natureza e trazendo mais sustentabilidade financeira para o sistema de unidades de conservação. Ainda, as ações estratégicas de combate ao fogo serão fortalecidas, com foco em minimizar desastres como o que ocorreu neste ano.”.
O Simpósio contou com participantes do Brasil, Paraguai e Bolívia, países por onde se estende o Pantanal. Foram expostos cases de concessão de Parques, turismo em áreas protegidas no Brasil (ICMBio) e nos países vizinhos, turismo em áreas privadas, bem como palestra sobre as Unidades de Conservação e áreas protegidas do Mato Grosso do Sul.

De acordo com Julia Boock, analista de conservação do WWF-Brasil, a ideia foi discutir o uso público como instrumento de conservação para as áreas protegidas. “Após vários anos em parceria com instituições púbicas e privadas, verificamos que a melhoria da gestão das Unidades de Conservação está agora em uma nova fase. As atividades turísticas de baixo impacto são importantes aliadas para a proteção e conservação, passando pela valorização dessas áreas pela sociedade”, explica.

Já Ricardo Senna, secretário adjunto da Semagro, destaca que os parques, além de prestarem importantes serviços ambientais, podem proporcionar uma alternativa sustentável de desenvolvimento para o Mato Grosso do Sul. “Para isso, promovemos um debate com especialistas que trouxeram experiências em gestão de áreas protegidas no Brasil, Paraguai e Bolívia. A ideia foi trazer para discussão uma visão das áreas protegidas do nosso Estado com aptidão recreativa, esportiva, turística, histórico-cultural e conscientização ambiental e, por fim, encontrar o modelo que seja mais adequado às necessidades e particularidades dos nossos Parques Estaduais.”.
 
Importante destacar que durante o Simpósio foram lançados o Guia de Plano de Negócio para RPPN, projeto desenvolvido em parceria entre o WWF-Brasil e o SEBRAE, e a 5ª edição da revista Ciência Pantanal.
 
Dia do Pantanal
O Simpósio de Uso Público em Parques no Mato Grosso do Sul é uma das atividades propostas pelo WWF-Brasil para a celebração do Dia do Pantanal, bioma que abrange o território brasileiro, boliviano e paraguaio e que desempenha um importante papel na conservação da biodiversidade, como fonte de água, estabilização do clima e conservação do solo. Também chamado de “reino das águas”, o Pantanal é detentor de uma das maiores áreas úmidas continentais do planeta, 624.320 km², cerca de 62% no Brasil, nos estados do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul; 20% na Bolívia; e 18% no Paraguai.
 
 
Simpósio de Uso Público de Unidades de Conservação no Mato Grosso do Sul
© WWF-Brasil Enlarge
Simpósio traz avanços para o uso público dos Parques no Mato Grosso do Sul
© WWF-Brasil Enlarge
Simpósio traz avanços para o uso público do Parques no Mato Grosso do Sul
© WWF-Brasil Enlarge
Simpósio traz avanços para o uso público do Parques no Mato Grosso do Sul
© WWF-Brasil Enlarge
DOE AGORA
DOE AGORA