Concurso de fotografia destaca a importância das Áreas Protegidas para a Vida



17 setembro 2019    
Banner de divulgação.
© WWF-Brasil
O concurso de fotografia "Áreas que protegem a vida - Pantanal" está aberto para inscrições entre os dias 16 de setembro e 10 de novembro de 2019. Essa é uma iniciativa do WWF-Brasil, WWF-Bolívia, WWF-Paraguai e Pacto em Defesa das Cabeceiras do Pantanal, com financiamento da União Europeia. O concurso busca promover as Áreas Protegidas e a importância destas para a vida na Terra. 
O recorte está nas áreas protegidas da Bacia do Alto Paraguai e do Pantanal, a maior área úmida continental do planeta, abarcando Brasil, Bolívia e Paraguai. Residentes dos três países poderão enviar imagens de paisagens, fauna, flora e interações entre homem e natureza, incluindo ameaças, como os incêndios florestais, que atualmente afetam seriamente a biodiversidade no Pantanal.
 
Para participar, visite o site: http://concurso.wwf.org.br

Paisagens estonteantes
Algumas das mais belas paisagens da América do Sul podem ser encontradas na região transfronteiriça da Bacia do Alto Paraguai, que ocupa uma área de 624.320 km2 entre Brasil (62%), Bolívia (20%) e Paraguai (18%). Ela tem recursos hidrológicos importantes para o abastecimento de aproximadamente três milhões de pessoas que vivem nas cidades da região. No centro dessa bacia hidrográfica fica o Pantanal, uma das maiores áreas úmidas continentais do planeta e o bioma foi decretado Patrimônio Nacional do Brasil, pela Constituição de 1988, e Patrimônio da Humanidade e Reserva da Biosfera, pelas Nações Unidas, em 2000. Além disso, possui 6 Sítios Ramsar, designação dada a regiões úmidas de importância internacional, sendo 4 no Brasil, 1 na Bolívia e 1 no Paraguai. Quase cinco mil espécies de plantas e animais vivem no Pantanal, que é um dos principais abrigos para espécies altamente ameaçadas, como: a onça-pintada, a ariranha, o tatu-canastra, o tamanduá-bandeira, o cervo-do-pantanal e o lobo-guará.
 
Esse tesouro da Natureza é o tema do concurso de fotografias que o WWF-Brasil lança em setembro. Ele é aberto aos residentes destes três países – Brasil, Bolívia e Paraguai - e quer valorizar as paisagens, biodiversidade e o turismo em Áreas Protegidas, públicas ou privadas do Pantanal, assim como de toda a Bacia Hidrográfica do Alto Paraguai.  Por meio das imagens, o concurso regional busca promover o conhecimento sobre a importância das Áreas Protegidas para o Pantanal. 
 
“É da natureza e sua biodiversidade que obtemos os alimentos que comemos, a qualidade do ar que respiramos, os medicamentos que nos curam e tantos outros serviços ambientais”, destaca Júlio Cesar Sampaio, Gerente do Programa Cerrado Pantanal,  do WWF-Brasil. “Sem a biodiversidade, a vida é abalada em todos os seus aspectos”, resume, lembrando que recentemente, a ONU (Organização das Nações Unidas) anunciou em relatório que mais de 1 milhão de espécies de seres vivos está ameaçada de extinção. 
 
Além de garantirem belas paisagens e a preservação da vida silvestre, as Áreas Protegidas, como as da Bacia do Alto Paraguai, são uma das mais eficazes maneiras de proteger ecossistemas naturais e, por consequência, a biodiversidade.  No Brasil, menos de 5% do bioma Pantanal é coberto por áreas naturais protegidas, o que está abaixo das metas definidas nas convenções internacionais. Já na Bolívia, 3,9 milhões de hectares do bioma foram declarados Áreas Protegidas. Apenas 16% do Pantanal Paraguaio são protegidos - 3,8% como áreas silvestres protegidas (públicas e privadas) e 12,2% dos territórios indígenas – embora ele abrigue uma grande riqueza biológica com registros de mais de 60% das espécies de aves do país e um dos principais refúgios de espécies muito ameaçadas em seus 42.000 km² de extensão.

Prêmios
O primeiro colocado ganhará uma Câmera Sony Alpha A6400 Mirrorless com Lente 16-50mm; o segundo colocado ganhará uma câmera Gopro Hero 7 Black + Cartão 32GB sandisk extreme; o terceiro colocado ganhará um Kit Tripé Manfrotto MK190XPRO3-3W com cabeça 3-WAY pan/tilt.
 
Para participar, basta entrar no site http://concurso.wwf.org.br, preencher a ficha e fazer o upload de até cinco imagens, coloridas ou em preto e branco, entre 3 e 12 MB com resolução preferencial de 300 dpi.
As fotos precisam obrigatoriamente terem sido feitas em Áreas Protegidas do Pantanal e ou da Bacia Hidrográfica do Alto Paraguai no Brasil, Bolívia ou Paraguai, abordando temas como as paisagens naturais, a biodiversidade (fauna e flora), o turismo e a interação entre ser humano e natureza nessas áreas protegidas, sejam elas públicas ou privadas. É necessário também preencher nome e localização da área protegida onde a imagem foi registrada e fazer uma breve descrição da fotografia e da motivação em registrar o momento. Os participantes devem ter mais de 18 anos.
 
A seleção será feita em dois momentos distintos: primeiramente, comissões julgadoras de cada país, formadas por membros do WWF-Brasil, WWF-Bolívia, WWF-Paraguai e parceiros, selecionarão cinco fotos de seu próprio país. As 15 fotos semifinalistas serão submetidas a votação pública pelo site http://concurso.wwf.org.br
 
O Concurso é promovido pelo WWF-Brasil, WWF-Bolívia, WWF-Paraguai e também pelo Pacto em Defesa das Cabeceiras do Pantanal e financiado pela União Europeia.

Banner de divulgação.
© WWF-Brasil Enlarge
DOE AGORA
DOE AGORA