Brasília e outras 94 cidades apagam as luzes na Hora do Planeta | WWF Brasil

Brasília e outras 94 cidades apagam as luzes na Hora do Planeta



26 Março 2019    
Da esquerda pra direita na foto: Pedro Luiz Rodrigues, Sarney Filho, o governador Ibaneis Rocha e Michel Santos
© Taís Meireles / WWF-Brasil
Por Taís Meireles

Se estiver passeando por Brasília neste fim de semana, não estranhe quando as luzes do Palácio do Buriti, Torre de TV e Estádio Nacional de Brasília se apagarem por uma hora. O apagão tem bom motivo: a Hora do Planeta.

Não é a primeira vez que o Governo do Distrito Federal adere ao movimento, realizado anualmente no mundo todo pela Rede WWF como forma de trazer reflexão sobre as mudanças climáticas e a conservação da natureza. Em 2019, a Hora do Planeta acontecerá no próximo sábado, 30, das 20h30 às 21h30.

Na tarde da segunda (25), o governador do DF, Ibaneis Rocha, e o secretário de Meio Ambiente, Sarney Filho, assinaram o Termo de Adesão, acompanhados do secretário de Relações Internacionais, Pedro Luiz Rodrigues, e do gerente de Políticas Públicas do WWF-Brasil, Michel Santos.

“Precisamos refletir que nossos hábitos têm interferência direta na natureza e cabe ao governo dar o exemplo”, disse o governador, que também estuda a adesão de outros monumentos, como a Ponte JK e o Memorial JK.

O GDF já vem tomando medidas práticas pela conservação do Cerrado, como a lei que proíbe canudos e copos de plástico em estabelecimentos comerciais de Brasília, sancionada em 30 de janeiro por Ibaneis.

A regra exige que copos e canudos de plástico sejam substituídos por descartáveis feitos a partir de material biodegradável, como amido e fibras de origem vegetal. O projeto tramitava na Câmara Legislativa desde 2016, e agora é lei.

95 cidades já na Hora do Planeta

Além da capital federal, outras 94 cidades já se inscreveram pelo site da Hora do Planeta (www.horadoplaneta.org.br), informando que irão apagar seus monumentos ou realizar eventos próprios no dia 30 de março.

Em Belo Horizonte (MG), os monumentos apagados serão a Praça Sete, o prédio da prefeitura, a Praça do Papa e o Centro Cultural Banco do Brasil Belo Horizonte, como um alerta para a necessidade de atenção e cuidados com o meio ambiente.

No Rio de Janeiro (RJ), o Bondinho Pão de Açúcar, o Belmond Copacabana Palace e o histórico CCBB Rio são alguns dos símbolos da cidade cujas luzes serão desligadas no dia 30.

Já em Fortaleza (CE), cinco monumentos foram incluídos no movimento, com destaque para a estátua de Iracema e a Praça do Ferreira.

Ao todo, já estão previstos 130 monumentos em todo o país.

Se você também quer participar, confira o Guia do Participante e veja o evento mais próximo de você no mapa da Hora do Planeta. Prefeituras e Secretarias de Meio Ambiente também são convidadas a inscrever suas atividades no site.

#JuntosÉpossível #HoraDoPlaneta #ConectadoNoPlaneta
Da esquerda pra direita na foto: Pedro Luiz Rodrigues, Sarney Filho, o governador Ibaneis Rocha e Michel Santos
© Taís Meireles / WWF-Brasil Enlarge
Centro Cultural Banco do Brasil Belo Horizonte, na Praça da Liberdade, em BH, é um dos 130 monumentos que serão apagados pelo país no dia 30
© Elvis Boaventura Enlarge
O tradicional Bondinho Pão de Açúcar é um dos monumentos da capital federal que estarão com as luzes apagadas no sábado (30), das 20h30 às 21h30
© João Felipe C.S. Enlarge
Em Fortaleza, um dos destaques é a estátua de Iracema, na Avenida Beira Mar
© Felipe Ferreira Enlarge
DOE AGORA
DOE AGORA