Plano Estadual de Recursos Hídricos do Acre



13 setembro 2012    
Capa: Plano Estadual de Recursos Hídricos do Acre
© WWF-Brasil
O Plano Estadual de Recursos Hídricos do Acre conta com 244 páginas e cinco capítulos, e estabelece diretrizes para o uso das águas naquela unidade da federação. Com isso, o Acre tornou-se o único Estado da região amazônica a institucionalizar a gestão de seus recursos hídricos.

As linhas de ação prevêem ações nas seis sub-bacias do Acre – Abunã, Acre, Iquiri, Juruá, Purus e Tarauacá – que vão priorizar, entre outras medidas, o apoio à gestão municipal de bacias hidrográficas; a modernização e ampliação da rede hidrometeorológica para monitoramento de eventos extremos como secas e cheias; e o estabelecimento de rede de monitoramento da qualidade de água. Também há perspectivas para a formação e capacitação em recursos hídricos e a adoção de programas de conservação e recuperação de nascentes e matas ciliares.

Capa: Plano Estadual de Recursos Hídricos do Acre
© WWF-Brasil Enlarge
DOE AGORA
DOE AGORA