Além de grandes hidrelétricas: políticas para fontes renováveis de energia elétrica no Brasil

16 agosto 2012

 Pesquisa encomendada a estudiosos pela organização ambiental foi lançada em Curitiba (PR) no dia 15/8 e estará disponível em duas versões em formato PDF: sumário para tomadores de decisão e íntegra do estudo com o detalhamento técnico.
 Num país onde predomina a geração de energia em usinas hidrelétricas, um novo estudo do WWF-Brasil demonstra que seria possível aumentar em pelo menos 40% a participação de três fontes renováveis alternativas — eólica, biomassa e PCHs (Pequenas Centrais Hidrelétricas) — nos leilões de energia nova.

A pesquisa, intitulada Além de grandes hidrelétricas: políticas para fontes renováveis de energia elétrica no Brasil, foi lançada na quarta-feira, 15 de agosto, durante o 8º. Congresso Brasileiro de Planejamento Energético, em Curitiba (PR). Dados do trabalho demonstram que a participação de cada uma dessas fontes alternativas poderia crescer no mínimo 10% nas avaliações mais pessimistas.
Além de grandes hidrelétricas: políticas para fontes renováveis de energia elétrica no Brasil
© WWF-Brasil
DOE AGORA
DOE AGORA