Os ciclos viciosos da Amazônia: estiagem e queimadas na floresta estufa



06 dezembro 2007    
Os ciclos viciosos da Amazônia: estiagem e queimadas na floresta estufa
© Rede WWF
A combinação entre as mudanças climáticas e o desmatamento pode criar um ciclo vicioso capaz de transformar gravemente quase 60% da floresta Amazônica até 2030. É o que demonstra o novo relatório da Rede WWF intitulado Os ciclos viciosos da Amazônia: estiagem e queimadas na floresta estufa, ainda em inglês. O estudo, lançado dia 06 de dezembro de 2007, durante a Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, em Bali, revela as conseqüências dramáticas para o clima global e local bem como o impacto na vida das pessoas que moram na região Amazônica.

O desmatamento na Amazônia pode ser responsável pela emissão de 55,5 a 96,9 bilhões de toneladas de gás carbônico (CO2) de 2007 até 2030, ou seja, o equivalente a dois anos da emissão mundial de gases do efeito estufa. Além disso, se uma parte tão considerável da Amazônia for destruída desaparece também uma das mais importantes chaves para a estabilização do sistema climático mundial.
Os ciclos viciosos da Amazônia: estiagem e queimadas na floresta estufa
© Rede WWF Enlarge
DOE AGORA
DOE AGORA