Campanha ‘Um Dia No Parque’ leva mais de 100 mil pessoas a visitar UCs em todo o país

29 julho 2022


Mais de 100 mil pessoas participaram, no último domingo (24), da maior ação de valorização de parques e reservas, as chamadas UCs (Unidades de Conservação), em todo o país. Depois de dois anos acontecendo no formato on-line, a campanha Um Dia No Parque de 2022 teve o lema “De volta ao lar” e foi um sucesso de público. Foram mais mil atividades realizadas em 20 Estados e no Distrito Federal. 

A ação é realizada pela Coalizão Pró UCs e tem o objetivo de despertar o interesse pelas áreas naturais protegidas no país e, neste ano, envolveu cerca de 360 UCs em todos os biomas. Nesse dia, parques e reservas tiveram programação especial, convidando a todos para se reencontrar e fazer atividades e eventos ao ar livre.

Angela Kuczach, Diretora Executiva da Rede Pró UC e idealizadora do Um Dia No Parque, comemora a adesão do público e das Unidades de Conservação e diz que o diferencial deste ano foi a variedade das atividades realizadas.“Quando convidamos as UCs para o Um Dia No Parque, sempre dizemos que elas são livres para oferecer a atividade que quiserem, desde que seja permitida pelo plano de manejo. E gestores, grupos, coletivos foram criativos esse ano. Foram mais de mil atividades diferentes, muitas sem ligação direta com meio ambiente à primeira vista, como a Missa do Cangaço em Sergipe, ou a mateada no Rio Grande do Sul, além das já tradicionais trilhas, observação de aves, contemplação do nascer do sol. Mas, no final, todas tinham o mesmo objetivo, que era levar as pessoas às UCs”, afirma Kuczach.

Em Salvador (BA), os Parques Municipais São Bartolomeu, Pirajá e dos Ventos receberam visitantes para caminhada, rapel, tirolesa e trilha aquática. Foram mais de 2.000 participantes nas atividades oferecidas pela iniciativa Trilha das Flores. O produtor das atividades nos três parques, Glauber Machado, afirma que Um Dia No Parque é uma oportunidade tanto de aproximar a comunidade destas áreas como de geração de renda. “As atividades continuam durante o ano e prestadores de serviço viram que este movimento de pessoas é benéfico para todos”, afirma. 

Também na Bahia, o Parque Nacional do Alto Cariri participou do UDNP pela primeira vez neste ano. A iniciativa foi da Expedição Entre Parques e da direção do parque, que convidaram brigadistas e suas famílias para um dia na cachoeira.

Em Florianópolis (SC), Um Dia No Parque foi especial para as famílias. No Monumento Natural da Lagoa do Peri e no Parque Estadual do Rio Vermelho, duas iniciativas ofereceram trilhas para adultos e crianças. Para André Barbosa, que participou da atividade no MONA da Lagoa do Peri, “esse dia foi muito marcante. Falar e aprender sobre a natureza com essas crianças foi maravilhoso”, escreveu em publicação da Família na Trilha, realizadora da atividade, no Instagram.

Também no Sul do país, voluntários realizaram um mutirão de limpeza no Parque Estadual do Monge, localizado em Lapa (PR).

No Rio de Janeiro, o destaque foram duas atividades inclusivas para pessoas com deficiência. No Parque Nacional da Tijuca, o Coletivo Inclusão, formado por um grupo de voluntários, levou uma pessoa ao Pico da Tijuca. No Parque Estadual da Pedra Branca, guarda-parques e voluntários apoiaram o para-atleta Jean Sampaio na trilha até a Pedra do Telégrafo, um dos pontos turísticos mais conhecidos da cidade. 

Diversas atividades fizeram a alegria dos participantes do Um Dia No Parque no Distrito Federal. Destaque para as 32 ações organizadas pelo Grupo de Caminhadas de Brasília, o passeio de ciclismo na Flona de Brasília organizada por profissionais do WWF-Brasil, a trilha para mulheres promovida pelo Instituto Semeia e o Sisters Wave e o plantio de mudas nativas organizada pelo Instituto Ecos do Cerrado.

No Pará, as atividades foram na Floresta Estadual (Flota) de Faro, na Floresta Nacional Saracá-Taquera, no Parque Estadual do Utinga Camillo Vianna, no Parque Estadual Serra dos Martírios-Andorinhas, no Refúgio de Vida Silvestre Metrópole da Amazônia, no Parque Zoobotânico de Carajás, na Reserva Extrativista (Resex) Marinha Caeté-taperaçu, na Resex Marinha Araí - Peroba e na Área de Proteção Ambiental (APA) da Costa do Urumajó, com atividades da cultura regional e ligadas ao meio ambiente. 

Em Santarém (PA), a APA Alter do Chão foi palco de uma programação variada, com trilha, apresentações culturais e uma competição de catraieiros, que são os profissionais que realizam diariamente a travessia de visitantes que circulam entre a praia. As atividades foram realizadas graças a uma parc do Ideflor-bio com o Imazon, instituição que faz parte da Coalizão Pró UCs. "Tivemos este ano mais de mil pessoas em sete UCs do Pará, em eventos que reuniram públicos de diferentes idades, mostrando que a campanha Um Dia no Parque se fortalece e cresce a cada ano. Para nós, foi marcante termos a participação, pela primeira vez da APA Alter do Chão, importante cartão postal do Brasil, e da abertura de uma trilha inédita rumo à Gruta do Miritiepé, no Parque Estadual Monte Alegre, possibilitando novas experiências de ecoturismo e lazer a todos", afirma Jakeline Pereira, pesquisadora do Imazon.
 

Campanha nas redes sociais


O Um Dia No Parque também movimentou as redes sociais. Em todo país, as UCs e o público compartilharam fotos e vídeos das atividades com a hashtag #UmDiaNoParque. O perfil da campanha (@UmDiaNoParqueOficial) saltou de 6,5 mil para 11 mil seguidores. 

No Instagram, a mobilização também contou com o apoio do jornalista da TV Globo André Trigueiro, que no domingo de manhã fez uma live com a camiseta do Um Dia No Parque. 

As atrizes Malu Rodrigues e Letícia Salles, que deram vida a Irma Novaes e Filó, respectivamente, na primeira fase da novela Pantanal na TV Globo, também ajudaram a divulgar a ação. As duas participaram de uma expedição ao bioma com apoio das ONGs Rede Pró UC e SOS Pantanal. Durante a visita,  Durante a visita, as atrizes conheceram três UCs (Parque Estadual do Encontro das Águas, RPPN Acurizal e Parque Nacional do Pantanal Matogrossense) e puderam conhecer melhor a beleza e entender as ameaças ao bioma, além de observar animais típicos da região, como jacarés, ariranhas e onças-pintadas.
 

Sobre a Coalizão Pró-UCs


A Coalizão Pró-Unidades de Conservação é um grupo de instituições que se propõe a congregar empresas e organizações da sociedade civil comprometidas com a valorização e a defesa das Unidades de Conservação da Natureza. Integram a Coalizão: Rede Pró UC – Rede Nacional Pró Unidades de Conservação, Fundação SOS Mata Atlântica, Conservação Internacional – CI Brasil, Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza, Imaflora – Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola, FUNBIO – Fundo Brasileiro para a Biodiversidade, Instituto Semeia, WWF-Brasil, The Nature Conservancy - TNC Brasil, Imazon – Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia, IPÊ – Instituto de Pesquisas Ecológicas e a UICN-Brasil – União Internacional para a Conservação da Natureza.
DOE AGORA
DOE AGORA