WWF lança guia prático para instituições financeiras atuarem contra o desmatamento

18 outubro 2022

A conservação dos ecossistemas é fundamental para cumprir a meta de limitar o aquecimento global
A conservação dos ecossistemas é fundamental para cumprir a meta de limitar o aquecimento global

Por WWF-Brasil


As florestas e outros ecossistemas naturais fornecem serviços de importância fundamental para o bem-estar humano, desde a regulação do nosso clima até a manutenção da biodiversidade e o apoio à saúde humana e aos meios de subsistência.

Considerando esse valor em termos de indicadores econômicos familiares, estima-se que mais da metade do PIB mundial seja moderadamente ou altamente dependente da natureza. Além disso, a conservação dos ecossistemas é fundamental para os nossos esforços para cumprir a meta de limitar o aquecimento global a 1,5°C. Transformar o setor fundiário e implementar medidas na agricultura, silvicultura, zonas úmidas e bioenergia pode contribuir, de forma viável e sustentável, para cerca de 30% da mitigação global necessária em 2050 para cumprir a meta de 1,5°C.

Portanto, devemos procurar equilibrar nossos esforços para atender às necessidades humanas e à necessidade de preservar esses ecossistemas da degradação e da destruição, vivendo dos ‘juros’ que eles fornecem, e não do ‘capital’ em si. Nesse sentido, o WWF lança "Cuidando das Árvores: Um Guia Prático para Instituições Financeiras Empreenderem Ações Contra o Desmatamento e Conversão"

Como um pilar econômico fundamental, o setor de serviços financeiros desempenha um papel vital em todos os setores econômicos. Isso não apenas o coloca em uma posição única para impulsionar mudanças significativas, mas também significa que o mesmo está inerentemente exposto aos impactos do desmatamento, da conversão do ecossistema e dos riscos associados aos direitos humanos. No entanto, os atuais progressos, no sentido da integração desses riscos no processo de tomada de decisões, são lentos. Em 2021, 81% das principais instituições financeiras não tinham compromissos ou políticas de desmatamento em todas as commodities às quais estavam expostas.

Como resultado da inação, a degradação florestal e a conversão dos ecossistemas estão ocorrendo a uma taxa alarmante. Cerca de 33% do estoque original de florestas do mundo e ~68% de suas pastagens e arbustos já foram perdidos. Além disso, essa taxa de conversão tem se acelerado: nos últimos 100 anos, o mundo perdeu a mesma quantidade de florestas e outros ecossistemas selvagens que perdeu nos 9.000 anos anteriores. 

Saiba mais no guia completo. 
Floresta amazônica, Amazônia, Brasil.
A conservação dos ecossistemas é fundamental para cumprir a meta de limitar o aquecimento global
© Paul Forster / WWF
DOE AGORA
DOE AGORA