Mudanças climáticas: Relatório da Rede WWF diz que a solução para países do G8 + 5 passa pela eficiência energética



29 maio 2007    
Geração de energia por biomassa pode ser uma saída para o Brasil
© WWF / Jamie PITTOCK

O novo relatório da Rede WWF aponta que a implementação de medidas de eficiência energética, ou seja, o uso racional de energia, ainda é tímida nos países do G8 + 5, o grupo dos 8 países mais desenvolvidos e dos 5 maiores países em desenvolvimento. Esses países são responsáveis por 85% das emissões globais de gases do efeito estufa, e seus líderes se reúnem em Heiligendamm, na Alemanha, na próxima semana.

O relatório revela ainda que todos os cinco países em desenvolvimento analisados têm políticas de eficiência energética, mas são tímidas e podem ser melhoradas. No Brasil, por exemplo, um estudo do WWF-Brasil, intitulado “Agenda Elétrica Sustentável 2020” aponta que as técnicas de eficiência energética têm o potencial de reduzir em até 38% a demanda por eletricidade até 2020, e juntamente com a expansão de energias renováveis não-convencionais - como biomassa, eólica e termosolar –, podem representar uma economia de R$ 33 bilhões para o bolso dos cidadãos brasileiros. Além disso, é preciso que o Brasil continue investindo em energias limpas e reverta a tendência de crescimento de termelétricas baseadas na queima de combustíveis fósseis. “Se o estudo for colocado em prática, nossa taxa de emissão de gases de efeito estufa do setor serão estabilizadas até 2020”, explica Karen Suassuna, técnica em Mudanças Climáticas do WWF-Brasil.

Geração de energia por biomassa pode ser uma saída para o Brasil
© WWF / Jamie PITTOCK Enlarge
DOE AGORA
DOE AGORA