Áreas Protegidas e Mudanças Climáticas | WWF Brasil

Áreas Protegidas e Mudanças Climáticas



Áreas Protegidas e Mudanças Climáticas

A criação de áreas protegidas, como parques e reservas florestais, é fundamental como ação imediata para conter o desmatamento nas florestas brasileiras.
Diversos estudos realizados nos últimos anos, bem como mapas que apontam os focos de desmatamento, comprovam que a criação de áreas protegidas funciona como ferramenta eficaz para conter a erradicação da floresta nos estados amazônicos.

A destruição de nossas florestas é o fator principal que coloca o Brasil na posição de 4º maior emissor do planeta de gases causadores do aquecimento global, os gases de efeito estufa. Cerca de 1/3 desses gases lançados na atmosfera pelo nosso País vêm das queimadas oriundas do desmatamento e da decomposição das árvores derrubadas.

O WWF-Brasil atua em áreas protegidas na Amazônia, Mata Atlântica e Pantanal. O Programa de Áreas Protegidas e Apoio ao Arpa do WWF-Brasil, por exemplo, tem como objetivo ampliar a área e a eficácia da proteção aos biomas brasileiros por meio de unidades de conservação e outros espaços de conservação. Sua meta principal é viabilizar a execução do Programa Áreas Protegidas da Amazônia (Arpa), do governo federal.
 
	© Zig KOCH
Cachoeira do Salto Augusto: beleza rara no Parque Nacional Juruena, na Amazônia
© Zig KOCH
DOE AGORA
DOE AGORA