Mudanças climáticas ameaçam os pássaros



14 novembro 2006
Os pengüins das Ilhas Galápagos são altamente suscetíveis às mudanças climáticas
© WWF / Y.-J. REY-MILLET
O aquecimento global pode causar extinção maciça de pássaros. É o que mostra um relatório lançado hoje pela rede WWF intitulado Pássaros e Mudanças Climáticas: um relatório sobre o status global. O documento se baseou em mais de 200 artigos científicos sobre pássaros em cada continente do planeta para traçar um cenário de como seriam os impactos das mudanças climáticas sobre as espécies de aves.

“Evidências científicas mostram que as mudanças climáticas estão agora afetando o comportamento dos pássaros”, afirma Dr. Karl Mallon, diretor da Climate Risk Pty. Ltda e um dos responsáveis pelo relatório. “Estamos vendo pássaros que se recusam a migrar e as mudanças climáticas estão fazendo com que haja uma falta de sincronia entre os pássaros e seus ecossistemas.”

O relatório, preparado por especialistas ingleses e australianos em mudanças climáticas, identificou grupos de pássaros ameaçados pelas mudanças climáticas: migratórios, marinhos, de clima montanhoso, de ilhas, de pântanos, do Ártico e da Antártida. Os pássaros que conseguem se locomover facilmente para novos habitats provavelmente continuarão sendo pouco afetados. Porém, os que vivem em ambientes restritos geograficamente sofrerão uma grande redução no número de indivíduos. Em alguns casos, as espécies invasoras estarão em maior número e isso pode causar a extinção de alguns deles.

O relatório também mostra que os pássaros sofrem os efeitos das mudanças climáticas em todas as partes do globo. Os cientistas descobriram declínio de até 90% em certas populações de pássaros e também falhas reprodutivas nunca antes vistas em outras espécies.

Os cientistas também analisaram as projeções disponíveis sobre os impactos futuros. Eles descobriram que as taxas de extinção de espécies poderiam ser de até 38% na Europa e 72% na Austrália. Se o aquecimento global superar o patamar de 2º C acima dos níveis pré-industriais.

“Os pássaros sempre foram usados como indicadores das mudanças no meio ambiente e, com este relatório, vemos que eles são importantíssimos quando o assunto é mudanças do clima”, afirma Hans Verolme, diretor do Programa de Mudanças Globais do Clima da rede WWF. “O relatório demonstra que alguns grupos de pássaros, como pássaros marinhos e migratórios, são muito sensíveis aos níveis atuais de mudanças no clima. Extinções em massa de pássaros podem ocorrer mais cedo do que esperávamos”, alerta.

A rede WWF acredita as mudanças climáticas forçarão os pássaros a migraram para áreas não protegidas e que é necessário que haja uma grande alteração na maneira como a conservação do planeta é tratada.
Os pengüins das Ilhas Galápagos são altamente suscetíveis às mudanças climáticas
© WWF / Y.-J. REY-MILLET Enlarge
DOE AGORA
DOE AGORA