Brasil, o “Fóssil do Dia”



10 novembro 2006
O "prêmio" é concedido aos países que emperram as negociações. O Brasil ganhou um no dia 10.
© Mauro Armelin / WWWF-Brasil

Por Mauro Armelin

O Brasil “ganhou” hoje a honraria mais detestada pelos negociadores das conferências de clima, o prêmio "fóssil do dia". O prêmio é dado diariamente pela rede internacional de ONGs Climate Action Network (CAN) - da qual o WWF e várias outras organizações brasileiras fazem parte. Embora seja uma ação simbólica é levado a sério pelas organizações não governamentais e bastante divulgado pela imprensa mundial.

O prêmio é “gentilmente” conferido aos países que criaram mais obstáculos às negociações do dia anterior. No caso do Brasil, as organizações que formam a rede CAN consideraram que a posição do governo brasileiro está dificultando a revisão do Artigo 9 do Protocolo de Quioto, que trata da reavaliação do protocolo. Isto é, faz uma análise dos prós e contras desde a data da implementação até o momento.

Até onde acompanhamos as discussões do G77, o Brasil estava contra promover a revisão com receio de que os países desenvolvidos, que tem metas de redução, poderiam revisar suas metas e diminuí-las. A contra-proposta apresentada pela Índia é de que deveria ser produzido primeiro um documento definindo claramente qual seria o escopo da revisão e levá-lo para votação em plenário. Caso o escopo pretendido fosse desfigurado, os países que não concordassem poderiam simplesmente não aceitá-lo.

Ainda não tivemos a oportunidade de conversar com os negociadores brasileiros para entendermos quais foram as razões que os levaram a tomar a decisão de não permitir a revisão do protocolo. As negociações de acordos, como o de Quioto, envolvem muitos interesses e nem sempre os principais são aqueles mais evidentes.

Normalmente a “honraria” é sempre conferida aos países produtores de petróleo do Oriente Médio, pois sempre tentam bloquear as discussões da Conferência que podem representar alguma redução do consumo de combustíveis fósseis, mas hoje ganhou o Brasil. É Brasil, fóssil do dia, quem diria....

O "prêmio" é concedido aos países que emperram as negociações. O Brasil ganhou um no dia 10.
© Mauro Armelin / WWWF-Brasil Enlarge
DOE AGORA
DOE AGORA