Doação de US$20 milhões ajudará a conservar a Amazônia



26 maio 2006
WASHINGTON - Os filantropos Roger e Vicki Sant designaram o WWF-EUA como beneficiário de um trust de US$ 20 milhões, a maior doação individual já feita na história da organização. A doação foi anunciada na terça-feira, 23 de maio, em jantar organizado pela instituição na residência do embaixador do Brasil em Washington, Roberto Abdenur, do qual participou o presidente do Conselho Diretor do WWF-Brasil, Álvaro de Souza. O trust foi planejado para apoiar o compromisso do WWF-EUA com a conservação da Amazônia, região de particular interesse para Roger e Vicki Sant.

A doação permitirá ao WWF-EUA manter seu apoio a trabalhos de conservação de longo termo como o Áreas Protegidas da Amazônia (ARPA), coordenado pelo Ministério do Meio Ambiente do Brasil. O ARPA é o maior e mais ambicioso projeto de conservação em área tropical, e objetiva estabelecer uma rede de Unidades de Conservação que, em dez anos, proteja 500 mil km2 de amostras das diferentes paisagens amazônicas, área equivalente a duas vezes a superfície do estado do Rio de Janeiro.

“O ARPA é uma iniciativa extraordinária. A parceria entre o WWF-EUA, o Fundo Global para O Meio Ambiente (GEF) e o Banco Mundial tem se mostrado muito eficiente e, com um maior apoio, estou confiante na proteção da Amazônia”, disse Sant, co-fundador da empresa de energia AES.

Executado pelo IBAMA e pelo Fundo Brasileiro para a Biodiversidade (Funbio), o ARPA tem como parceiros o GEF, administrado pelo Banco Mundial; o banco de cooperação do governo da Alemanha (KfW), e a agência de cooperação técnica do governo da Alemanha (GTZ). Junto com a Rede WWF, o WWF-Brasil atua como um dos financiadores do programa federal, e integra ainda o comitê que planeja e supervisiona sua execução. Ao mesmo tempo, o WWF-Brasil apóia financeira e tecnicamente atividades que contribuam para que o Arpa atinja suas metas.

“A generosidade de Roger e Vicki Sant deve ser celebrada por todos aqueles que, como o WWF-Brasil, há anos trabalham pela conservação da Amazônia. É um exemplo que terá impacto positivo e de longo termo na região”, disse Denise Hamú, Secretária-Geral do WWF-Brasil.

O trust permitirá fortalecer o apoio a áreas como a do Parque Nacional Montanhas do Tumucumaque, no Amapá, rica em espécies raras, e que constitui o maior parque nacional de floresta tropical do mundo.
“Somos extremamente gratos a Roger e Vicki Sant. Esse presente reflete o compromisso deles com a Amazônia e a confiança no importante trabalho de conservação desenvolvido na região”, disse Carter S. Roberts, presidente e CEO do WWF-EUA.

Roger Sant é co-fundador da empresa de energia AES, uma das primeiras, ainda nos anos 80, a reduzir voluntariamente a emissão de dióxido de carbono de suas usinas. Ele foi chairman do WWF-EUA de 1994 a 2000, e é hoje membro do Conselho Diretor.
DOE AGORA
DOE AGORA