Construção sustentável: eventos em Brasília (DF) e Rio de Janeiro (RJ) mostram vantagens de construir com madeira | WWF Brasil

Construção sustentável: eventos em Brasília (DF) e Rio de Janeiro (RJ) mostram vantagens de construir com madeira



30 Novembro 2016    
A Casa Folha, no Rio de Janeiro é uma das obras mais conhecidas do arquiteto Ivan Mareines
A Casa Folha, no Rio de Janeiro é uma das obras mais conhecidas do arquiteto Ivan Mareines
© Divulgação / Mareines + Patalano
Como promover uma cultura construtiva que esteja em sintonia com a natureza e aproveite melhor recursos como luminosidade, ventilação, temperatura ambiente, gere menos resíduos e evite a emissão de gases de efeito estufa?

Arquitetos, engenheiros e urbanistas cariocas e de Brasília (DF) tiveram a oportunidade, na última semana, de saber um pouco mais sobre como transformar essas ideias em realidade.

Isso porque, nos últimos dias, os especialistas do Programa Madeira é Legal – uma iniciativa voltada para promover o uso da madeira certificada na construção civil brasileira – realizaram uma série de atividades educacionais no Rio de Janeiro (RJ) e em Brasília (DF). Cerca de 90 pessoas participaram de palestras e visitas técnicas que mostraram as vantagens e benefícios do uso responsável da madeira na construção civil.

Morar Mais por Menos

A programação teve início na terça-feira, 22. Na ocasião, o WWF-Brasil promoveu um “dia de palestras” dentro da edição carioca do Morar Mais por Menos, uma das mostras de decoração e design de interiores de baixo custo mais relevantes do País. Foram tratados temas como arquitetura sustentável, descrição de projetos arquitetônicos feitos em madeira, tecnologia MLC (madeira laminada colada) e a apresentação da linha de mobiliário Acre, Made in Amazônia, que gera renda para comunidades amazônicas.

A diretora do Morar Mais Rio, Ligia Schuback, contou que o programa Madeira é Legal e a mostra de decoração e design de interiores tem muito em comum.

“Desde o primeiro momento, tive a certeza da sinergia dos conceitos com os quais trabalhamos. Por meio do Madeira é Legal, estamos passando aos nossos profissionais todo o conhecimento do que torna a madeira uma matéria-prima única quando se trata de projetos sustentáveis. Esta colaboração foi inestimável e só fez engrandecer o nosso evento”, disse.

Já na sexta-feira 25 ocorreu, em Brasília, a terceira etapa do ciclo de palestras “Madeira na Construção – Material do Futuro”, ação do WWF-Brasil em parceria com o shopping Casapark. Com o tema “Alta Tecnologia em Madeira”, a ideia foi mostrar como a tecnologia ajuda a madeira a entrar, de maneira mais arrojada e contemporânea, nos processos construtivos atuais.

Palestras

Um dos palestrantes foi o professor do Centro de Pesquisa e Aplicação de Bambu e Fibras Naturais da Universidade de Brasília (CPAB/UnB), Jaime Almeida. Ele mostrou aos participantes seu trabalho – que trata basicamente de testar diversas modalidades de uso do bambu na construção. Ele testa colas, formatos, bambus de origens diferentes (matérias-primas vindas do Acre e de Goiás, por exemplo) e como isso pode ser aplicado no trabalho de arquitetos e engenheiros. Jaime falou ainda de como as fibras do bambu, por exigirem baixa tecnologia, podem ser usadas para gerar rendas em comunidades tradicionais por meio da confecção de itens de mobiliário e instrumentos musicais.

O arquiteto Ivo Mareines, por sua vez, mostrou como a tecnologia influencia o seu trabalho com a madeira. Um dos proprietários do estúdio de arquitetura e urbanismo Mareines + Patalano, ele é responsável por diversos projetos conhecidos por sua ousadia e contemporaneidade, como a Casa Folha, no Rio de Janeiro. Ele contou suas experiências, mostrou alguns desafios enfrentados por sua empresa e falou dos fornecedores que possui.

Tecnologia

As palestras foram seguidas – um dia depois, no sábado 26 – de visitas técnicas. Os participantes foram ao Pavilhão de Exposições da Granja do Torto e à sede do Centro de Pesquisa a Aplicação de Bambu e Fibras Naturais (CPAB/UnB), onde puderam conferir in loco as pesquisas do professor Jaime.

Para a curadora técnica dos eventos, a arquiteta LEED AP Alessandra Barassi, este ciclo de palestras serviu para mostrar, a profissionais e estudantes, como a tecnologia pode auxiliar no uso sustentável e responsável da madeira. “Em outras palestras e momentos, nós vimos obras. Esta foi a primeira vez que fomos em um laboratório ver como se faz. Ver o tipo de cola que se usa no trabalho com bambu e madeira, conhecer as etapas que compõem o processo de laminação e colagem e entender as diferentes aplicações de alta tecnologia em madeira foi uma experiência muito proveitosa”, explicou.

Benefícios

Utilizada da maneira adequada nos sistemas construtivos, a madeira reduz o tempo de construção; promove a diminuição de resíduos no canteiro de obras e dá efeito visual diferenciado às estruturas que compõe. Ela também é um material mais leve e de fácil manuseio. Além disso, a madeira pode ajudar na gestão e conservação das florestas brasileiras; auxilia na manutenção da biodiversidade e é uma ferramenta no combate aos prejuízos causados pelas mudanças climáticas – a madeira estoca carbono que seria lançado na atmosfera e agravaria os problemas climáticos existentes hoje.
A Casa Folha, no Rio de Janeiro é uma das obras mais conhecidas do arquiteto Ivan Mareines
A Casa Folha, no Rio de Janeiro é uma das obras mais conhecidas do arquiteto Ivan Mareines
© Divulgação / Mareines + Patalano Enlarge
Estudantes e profissionais participaram do ciclo de palestras no Casapark, em Brasília (DF)
Estudantes e profissionais participaram do ciclo de palestras no Casapark, em Brasília (DF)
© Alan Santos/ Casa Park Enlarge
Imagem da palestra do professor Jayme Almeida
Imagem da palestra do professor Jayme Almeida
© Catharina Macedo / Spirale Arquitetura e Soluções Sustentáveis Enlarge
No Rio de Janeiro (RJ), a primeira-dama do Acre, a arquiteta Marlúcia Cândida Viana, apresentou a coleção
No Rio de Janeiro (RJ), a primeira-dama do Acre, a arquiteta Marlúcia Cândida Viana, apresentou a coleção "Acre Made in Amazônia"
© Divulgação/ Morar Mais Rio Enlarge
O Parque de Exposições da Granja do Torto, em Brasília (DF), é uma obra de madeira singular
O Parque de Exposições da Granja do Torto, em Brasília (DF), é uma obra de madeira singular
© Catharina Macedo / Spirale Arquitetura e Soluções Sustentáveis Enlarge
No Centro de Pesquisa e Aplicação de Bambu e Fibras Naturais (CPAB/UnB), os especialistas Jayme Almeida, Ivo Mairenes e Ivan Manoel do Valle (esq. para direita) explicam as potencialidades do uso da madeira
No Centro de Pesquisa e Aplicação de Bambu e Fibras Naturais (CPAB/UnB), os especialistas Jayme Almeida, Ivo Mairenes e Ivan Manoel do Valle (esq. para direita) explicam as potencialidades do uso da madeira
© Catharina Macedo / Spirale Arquitetura e Soluções Sustentáveis Enlarge
DOE AGORA
DOE AGORA