WWF-Brasil levou o programa Madeira é Legal à Feira Internacional da Construção Civil



23 março 2015    
O Programa Madeira é Legal representa a união de esforços de 23 instituições diferentes
O Programa Madeira é Legal representa a união de esforços de 23 instituições diferentes
© WWF-Brasil/ Jorge Eduardo Dantas
O Programa Madeira é Legal, desenvolvido pelo WWF-Brasil em conjunto com várias instituições parceiras, esteve presente, durante o mês de março, na 21ª edição da Feira Internacional da Construção Civil – a maior feira do setor da América Latina. 

Na ocasião, as instituições promoveram a madeira legal e certificada como um recurso valioso e disponível para construtoras, incorporadoras, arquitetos e engenheiros – capaz de unir a demanda de matérias-primas sustentáveis com a proteção da Amazônia e o consumo consciente das empresas com a geração de renda responsável dos povos da floresta.   

A feira em questão ocorreu entre os dias 10 e 14 de março no Parque de Exposições do Anhembi, na capital paulista. Promovida pela empresa Reed Exhibitions Alcantara Machado, a “Feicon”, como é conhecida, reuniu grandes empresas nacionais e internacionais.

A participação na Feira da Construção Civil foi uma promoção do Conselho Brasileiro de Manejo Florestal (FSC Brasil), do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (Sinduscon-SP), do Sindicato do Comércio Atacadista de Madeiras de São Paulo (Sindimasp) e do WWF-Brasil. 
 
Atrações

Durante o evento, os responsáveis pelo Madeira é Legal apresentaram um estande onde foram expostos diversos trabalhos, assim como espécies madeireiras sustentáveis que podem ser utilizadas pelo segmento da construção civil.  

O WWF-Brasil levou para a feira um totem interativo, onde era possível consultar diversas publicações. Além disso, o Sinduscon-SP montou um estúdio naquele local, promovendo e transmitindo debates ao vivo.

Várias reuniões foram realizadas, com temas estratégicos como: compras públicas, mercado certificado, o Cadastro de Comerciantes de Madeira do Estado de São Paulo (Cadmadeira), e a cadeia produtiva legal e certificada. 

Possibilidades

Segundo um dos operadores do programa, o analista de conservação do WWF-Brasil, Ricardo Russo, a participação na Feicon foi uma grande oportunidade de mostrar, para o setor da construção civil, as possibilidades existentes no uso da madeira legal e certificada: “Utilizando recurso de boa origem, os empresários e organizações ajudam na manutenção das florestas brasileiras, colaboram com a geração de renda de comunidades extrativistas e agregam valor aos seus produtos. Existe uma série de benefícios em seu uso”, disse Ricardo.
 
O representante do Sindmasp, Rafik Russein Filho, afirmou que existem várias ações que o setor da construção civil pode pôr em prática para aliar o uso da madeira aos princípios da sustentabilidade e promover a reutilização e a reciclagem: “O uso sustentável é um processo onde todos devem participar de forma conjunta, na produção, na comercialização, no consumo consciente, na segregação e destinação correta dos resíduos gerados”, afirmou.

Conheça o programa
 
O Madeira é Legal foi criado em março de 2009. Ele é um protocolo de cooperação assinado por 23 instituições e tem como objetivo incentivar e promover o uso da madeira de origem legal e certificada no estado de São Paulo.

Entre as diversas ações implementadas pelo programa estão a publicação de livros e manuais; a realização de capacitações para associações de classe, como construtoras e incorporadoras; a promoção de um workshop internacional com produtores da Colômbia; a realização de um estudo para aperfeiçoar a tributação desta matéria-prima no Estado de São Paulo.

São signatários do Programa Madeira é Legal diversas instituições. Entre elas, estão os governos Estadual e Municipal de São Paulo, o SindusCon–SP, a Associação Paulista de Empresários de Obras Públicas (APEOP), a Associação Brasileira dos Escritórios de Arquitetura (AsBEA) e o Centro de Estudos em Sustentabilidade da Fundação Getúlio Vargas (GVCes).
O Programa Madeira é Legal representa a união de esforços de 23 instituições diferentes
O Programa Madeira é Legal representa a união de esforços de 23 instituições diferentes
© WWF-Brasil/ Jorge Eduardo Dantas Enlarge
Visão geral do stand montado na Feira Internacional
Visão geral do stand montado na Feira Internacional
© WWF-Brasil / Jorge Eduardo Dantas Enlarge
O SindusconSP montou um estúdio onde foram gravados e transmitidos debates sobre o mercado da madeira legal e certificada
O SindusconSP montou um estúdio onde foram gravados e transmitidos debates sobre o mercado da madeira legal e certificada
© WWF-Brasil/ Jorge Eduardo Dantas Enlarge
O analista de conservação do WWF-Brasil, Ricardo Russo, mostra o funcionamento do totem interativo a estudantes que visitavam o nosso stand
O analista de conservação do WWF-Brasil, Ricardo Russo, mostra o funcionamento do totem interativo a estudantes que visitavam o nosso stand
© WWF-Brasil/ Jorge Eduardo Dantas Enlarge
As entidades participantes do programa expuseram tipos de madeiras que podem ser utilizadas pelo setor da construção civil
As entidades participantes do programa expuseram tipos de madeiras que podem ser utilizadas pelo setor da construção civil e publicações referentes ao tema
© WWF-Brasil/ Jorge Eduardo Dantas Enlarge
O totem interativo, fabricado sob encomenda do WWF-Brasil, disponibiliza uma série de publicações de cunho socioambiental
O totem interativo, fabricado sob encomenda do WWF-Brasil, disponibiliza uma série de publicações de cunho socioambiental
© WWF-Brasil/ Jorge Eduardo Dantas Enlarge
DOE AGORA
DOE AGORA