Educação e Conscientização Ambiental no município de Penápolis-SP



02 outubro 2006

Autor/Responsável pela Experiência: Lourival Rodrigues dos Santos
Entidade promotora da Experiência: Departamento Autônomo de Água e Esgoto de Penápolis
População Beneficiada: 54.635 habitantes (senso 2000)
Localização: Município de Penápolis
Período em que a Experiência foi desenvolvida: desde o ano de 1993, com a criação do CEA - Centro de Educação Ambiental


RESUMO DA EXPERIÊNCIA
Em 1993, foi criado o Centro de Educação Ambiental, com o objetivo de preservação, conservação e recuperação dos recursos naturais, no sentido de despertar a consciência da população para os graves problemas relacionados à degradação do Meio Ambiente e má utilização dos recursos naturais. O CEA compõe a estrutura do DAEP (Departamento Autônomo de Água e Esgoto de Penápolis), autarquia municipal, certificada pela Norma ISO 9001:2000, que ao longo de seus 27 anos de existência, preocupado com a qualidade de vida da população penapolense, vem investindo na saúde preventiva e executando saneamento ambiental com seriedade, igualando-se às cidades de primeiro mundo.

É nesse contexto que foi criado e desenvolvido o CEA (Centro de Educação Ambiental), responsável pela realização do programa de educação ambiental dirigido à toda rede escolar municipal, estadual e particular, filhos de funcionários do DAEP, além de atingir a população em geral, através de inúmeros eventos educativos que vem promovendo na cidade e região, executa dentre as atividades, itinerário de visitas à todo o sistema de saneamento do município, e nas propriedades rurais, onde são realizados manejo conservacionista de solo e também o itinerário ecológico. Para realização de suas atividades, o CEA, mantém parcerias com as escolas, Delegacia Regional de Ensino, SOS Mata Atlântica, Policia Ambiental, Associação de Recuperação do Médio Tietê, Centro Paula Souza (Colégio Técnico Agrícola), Consórcio Intermunicipal Ribeirão Lajeado, FNMA (Fundo Nacional do Meio Ambiente), EDR(Escritório de Desenvolvimento Regional), Condema (Conselho Municipal do Meio Ambiente), Comturpe (Conselho Municipal de Turismo), Corpo de Bombeiros, Sindicato Rural de Penápolis, Secretaria Municipal de Cultura, Secretaria de Abastecimento, Agricultura e Meio Ambiente, FUNASA (Fundação Nacional da Saúde), CBH-BT (Comitê da Bacia Hidrográfica do Baixo Tietê) e outros segmentos da sociedade civil organizada. As atividades desenvolvidas pelo CEA, são coordenadas por uma bióloga, duas auxiliares de pedagogas, 3(três) estagiários da área de biologia, responsáveis pelo trabalho desenvolvido, onde os monitoramentos são previamente agendados.Durante os monitoramentos são realizadas diversas atividades como: projeção de filmes, confecção de desenhos, pinturas, gincanas, brincadeiras, debates e diversas outras atividades de açodo com a faixa etária e grau de escolaridade dos visitantes.

Realiza também trabalho como: exposições comemorações, concursos, além de incentivar o reaproveitamento e a coleta seletiva de materiais recicláveis, cursos de capacitação em Educação Ambiental para professores da rede escolar, fóruns de saneamento com a população para debates e traçar diretrizes com a população para a área. Atualmente está em desenvolvimento em 9 (nove) municípios da região um projeto lançado pelo Ministério do Meio Ambiente em parceria com a Universidade Federal de São Carlos, cujo objetivo é formar educadores ambientais, voltados à sociedade como forma de multiplicar as ações nesta área.

DOE AGORA
DOE AGORA