Gente que Produz e Preserva é apresentado como exemplo de produção sustentável a grupo de empresários | WWF Brasil

Gente que Produz e Preserva é apresentado como exemplo de produção sustentável a grupo de empresários



26 Fevereiro 2016    
Um dos objetivos do projeto é a promover a produção certificada de soja RTRS.
© WWF-Brasil
Mais do que matéria prima de qualidade, empresas de alimentos e bebidas de vários países do mundo, estão em busca de pessoas que produzam de forma sustentável. Só na SAI Platform (Iniciativa de Agricultura Sustentável) são cerca de 80 empresas com esse objetivo. Eles querem ter acesso a produções que tenham compromissos sociais e ambientais e por isso realizaram aqui no Brasil um workshop que reuniu empresários e produtores rurais no intuito de conhecer exemplos de produção responsável.
 
O Clube amigos da Terra, CAT Sorriso, participou do evento em São Paulo apresentando o projeto “Gente que Produz e Preserva” no último 25 de fevereiro. A diretora de sustentabilidade, Cynthia Moleta Cominesi, contou a experiência desse grupo de nove fazendas que conseguiu, em setembro do ano passado, a certificação RTRS por utilizar boas práticas no campo. “Estamos no caminho certo buscando aliar produção e preservação do meio ambiente. E queremos levar cada vez mais produtores para conhecer iniciativas que incentivem a produção sustentável”, disse Cominesi. O projeto tem o apoio do WWF e do grupo Bel, e hoje tem outras 24 estão em processo de certificação.
 
Além da diretora de sustentabilidade, uma das produtoras do projeto participou do encontro contando a experiência da “porteira pra dentro”. “A gente tem a falsa impressão de que o mercado internacional só exige dos produtores brasileiros. Na verdade iniciativas como essas, estão sempre tentando entender e apoiar os produtores”, concluiu a produtora Conceição Missio.
 
A certificação das fazendas do projeto foi o que motivou a Nestlé, uma das empresas membro da SAI, a convidar o CAT para conhecer a plataforma e incentivar novos produtores a produzir de forma sustentável. A plataforma criou uma ferramenta com perguntas que se baseiam em práticas de agricultura sustentável reconhecidas universalmente na indústria de bebidas e alimentação e abrangem os impactos ambientais, econômicos e sociais da agricultura.
 
As perguntas são divididas em três níveis: essencial, básico e avançado, e buscam estimular os agricultores a engajar e criar um roteiro para melhorias contínuas. E é baseado nesse resultado que as empresas escolhem os seus fornecedores. Uma forma de fazer com que o agricultor crie planos de ação para melhorar ou expandir práticas de sustentabilidade na fazenda e conquistar o mercado internacional. 

Texto - Assessoria de imprensa CAT Sorriso
Um dos objetivos do projeto é a promover a produção certificada de soja RTRS.
© WWF-Brasil Enlarge
“A gente tem a falsa impressão de que o mercado internacional só exige dos produtores brasileiros. Na verdade iniciativas como essas, estão sempre tentando entender e apoiar os produtores”, afirma Conceição Missio.
© CAT Sorriso Enlarge
DOE AGORA
DOE AGORA