Pescando sucesso



03 março 2006
A pantaneira Wânia Alecrim de Lima, que lidera mulheres de pescadores da Associação Amor-Peixe, em Corumbá (MS), está concorrendo na etapa nacional do Prêmio Mulher Empreendedora, promovido pelo Sebrae no próximo dia 07, em Brasília.

A Associação Amor-Peixe foi criada em 2003 por estímulo do WWF-Brasil para que as mulheres de pescadores pudessem desenvolver atividades produtivas e aumentar a renda das famílias. São produzidas peças de artesanato a partir da pele de peixe, como cintos, bolsas, carteiras e agendas. Os produtos são vendidos a turistas que visitam Corumbá e também em feiras e exposições organizadas em vários estados.

Para custear seus estudos na universidade e realizar seu sonho de ter formação superior, a presidente da Amor-Peixe, além de produzir o artesanato, vendeu jornais nas ruas de Corumbá. O esforço acabou tendo desdobramentos dentro da própria associação como incentivo para que as outras mulheres de pescadores voltassem a estudar. “Agora, já temos duas associadas que concluíram o ensino médio e outras estão cursando o ensino fundamental ou médio”, conta Wânia de Lima, que no fim deste ano conclui o curso de zootecnia.

O estímulo aos estudos extrapolou a sede da Associação Amor-Peixe e, na piracema de 2004/2005, Wânia e outra colega dedicaram-se a ensinar as primeiras letras a pescadores analfabetos da região central de Corumbá e a seus familiares. Durante três meses, os 48 alunos do curso de alfabetização tiveram nos temas da educação ambiental e do seu dia-a-dia o encorajamento para aprender a ler e a escrever.

Wânia de Lima, casada há 22 anos e com quatro filhos, comemora a indicação ao prêmio nacional como uma conquista de todas as 10 mulheres da associação. “Minhas colegas ficaram felizes. Foi através do trabalho na associação que veio o prêmio. É um reconhecimento e uma conquista de todas. A associação vai ficar mais conhecida. Agora precisaremos investir mais na infra-estrutura e seguir em frente”, afirma.

A presidente da Associação Amor-Peixe concorre ao Prêmio Mulher Empreendedora na categoria Membro de Grupos de Produção Formais (cooperativas e associações). Sua história de vida concorreu com outras 37 na etapa estadual e com 54 na etapa regional do prêmio.

Atualmente as iniciativas da Associação Amor-Peixe são apoiadas pelo programa Pantanal para Sempre, do WWF-Brasil, Sebrae, Fundação de Cultura do Pantanal, Embrapa Pantanal, Casa do Artesão de Corumbá, Universidade Católica Dom Bosco, Fundação de Cultura do Estado do Mato Grosso do Sul.
DOE AGORA
DOE AGORA