Pantaneira ganha prêmio



07 março 2006
A artesã Wânia Alecrim de Lima, que lidera mulheres de pescadores da Associação Amor-Peixe, em Corumbá (MS), foi uma das cinco premiadas na categoria Membro de Grupos de Produção Formais (cooperativas e associações) do Prêmio Sebrae Mulher Empreendedora, entregue nesta manhã (7/3), em Brasília. O prêmio – a participação na Feira de Marketing e Negócios de São Paulo, em novembro próximo, – tornará o artesanato com pele de peixe produzido pelas artesãs da Associação Amor-Peixe mais conhecido nacionalmente e propiciará oportunidades de alavancar novos negócios para a associação. 

Emocionada com o reconhecimento de seu trabalho e das artesãs de Corumbá que confeccionam bolsas, carteiras, cintos e também roupas com pele de peixe, Wânia Alecrim de Lima comentou que a perspectiva é de muito trabalho. “ Agora, temos de costurar rápido para levarmos muitas peças para a Feira em São Paulo e vendermos tudo”, declarou.

Em Brasília, Wânia já fez uma boa propaganda dos produtos da Associação Amor-Peixe. Ela compareceu à solenidade vestida com um conjunto de saia e blusa costurado junto com as colegas dois dias antes do embarque. A criatividade aplicada nas peças arrancou aplausos da platéia no desfile informal de Wânia Alecrim e também elogios da apresentadora, que sentenciou: “Gisele Bünchen que se cuide”. Brincadeiras à parte, a premiação representa para as artesãs corumbaenses reconhecimento nacional e novas oportunidades de negócios.

A Associação Amor-Peixe foi criada em 2003 por estímulo do WWF-Brasil para que as mulheres de pescadores de Corumbá (MS) pudessem desenvolver atividades produtivas e aumentar a renda das famílias. Os produtos são vendidos a turistas que visitam o município e também em feiras e exposições organizadas em vários estados. A história de sucesso de Wânia Alecrim e da Associação Amor-Peixe inclui, além do artesanato com pele de peixe, a iniciativa de alfabetizar e promover a educação ambiental a pescadores do município de Corumbá.

Wânia de Lima, casada há 22 anos e com quatro filhos, comemora o recebimento do prêmio nacional como uma conquista de todas as 10 mulheres da associação. “Minhas colegas ficaram felizes. Foi através do trabalho na associação que veio o prêmio. É um reconhecimento e uma conquista de todas. A associação vai ficar mais conhecida.”, afirmou.

A segunda edição do Prêmio Sebrae Mulher Empreendedora recebeu 1.294 inscrições para as duas categorias: empresárias donas de micro e pequenas empresas e grupos de mulheres reunidas em cooperativas ou associações. O objetivo é incentivar e divulgar ações empreendedoras administradas por mulheres, em todo o país.

Atualmente as iniciativas da Associação Amor-Peixe são apoiadas pelo programa Pantanal para Sempre, do WWF-Brasil, Sebrae, Fundação de Cultura do Pantanal, Embrapa Pantanal, Casa do Artesão de Corumbá, Universidade Católica Dom Bosco, Fundação de Cultura do Estado do Mato Grosso do Sul.
DOE AGORA
DOE AGORA