Pesca Sustentável é destaque na revista da LATAM | WWF Brasil

Pesca Sustentável é destaque na revista da LATAM



07 Novembro 2016   |  
Pescaria em Feijó como parte do Pesca Sustentável
© Silvio Margarido
A partir deste mês, os passageiros da LATAM poderão conhecer mais de perto o trabalho de pescadores do município de Feijó, do Acre. Uma história em quadrinhos, que explica os benefícios e resultados do manejo do pirarucu no estado, foi criada para a revista da companhia aérea.
 
O roteiro engloba a importância do pirarucu para comunidades amazônicas, contextualiza a pesca predatória dos anos 90, que quase causou a extinção da espécie, e mostra algumas ações do Projeto para proteger e estabilizar as populações de peixes dos lagos de Feijó.
 
O trabalho no norte do Brasil tem trazido inúmeros benefícios para comunidades pesqueiras e colocado esforços para o monitoramento efetivo da espécie rumo à certificação da pesca no estado. A atividade faz parte do Projeto Pesca Sustentável, parceria do WWF-Brasil e do Fundo Amazônia, gerido pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). A LATAM é parceira institucional do WWF-Brasil.
 
                “É muito importante ter parcerias sólidas que nos permitem implementar estratégias de conservação em comunidades e lagos da Amazônia, assim como levar nossa mensagem pelos ares de todo o Brasil. Que a história mostrada possa surpreender os leitores e quem sabe incentivá-los a se engajar conosco na causa ambiental”, explica Ricardo Mello, coordenador do Programa Amazônia do WWF-Brasil.
 
A história em quadrinhos se baseou na vida e no trabalho de Charles Guimarães, pescador e morador do município de Feijó, ilustrado na campanha Somos Amazônia, do WWF-Brasil, por meio de vídeos, fotos e textos. Para conhecer essa e outras histórias acesse aqui: http://somosamazonia.wwf.org.br/
 
Sobre o Pesca Sustentável
 
Lançado em abril de 2014, o Projeto Pesca Sustentável tem o objetivo de capacitar pescadores para o desenvolvimento de sistemas de manejo sustentável  do pirarucu, e de outras espécies de importância econômica, nos municípios de Manoel Urbano, Feijó e Tarauacá, no Acre. Além disso, o projeto pretende fomentar ações estruturantes para o fortalecimento da cadeia produtiva da pesca no Estado, assim como apoiar ações de certificação ambiental e pagamentos por serviços ecológicos.
 
Por meio de estratégias de formação técnica e pesquisa científica, o Projeto pretende promover o aprimoramento de políticas e a implementação de medidas que permitam valorizar os ecossistemas aquáticos e seus recursos pesqueiros.
 
Por meio do Fundo Amazônia, a iniciativa tem atuado em conjunto com órgãos parceiros, o MSC (Marine Stewardship Council), o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), o Governo do Acre, o Instituto Federal de Ensino do Acre (IFAC) e as Colônias de Pescadores locais, em uma área de 60 mil km² das bacias dos rios Purus, Envira e Tarauacá, que correspondem a mais de 15 lagos na região dos municípios.
Pescaria em Feijó como parte do Pesca Sustentável
© Silvio Margarido Enlarge

Comentários

blog comments powered by Disqus
DOE AGORA
DOE AGORA