Pecuária sustentável: produtores rurais do Sul do Amazonas recebem treinamento



04 novembro 2016    
Curso durou dois dias e contou com a participação de técnicos e extensionistas rurais
Curso durou dois dias e contou com a participação de técnicos e extensionistas rurais
© WWF-Brasil/ Lorenza Cordeiro
Com o objetivo de contribuir com a capacitação dos atores sociais do Apuí, o WWF-Brasil promoveu, na última semana de outubro, dois cursos - um deles voltado para a promoção da pecuária sustentável e outro sobre o Cadastro Ambiental Rural (CAR)
  
Ambos tiveram como público-alvo profissionais que lidam diretamente com os produtores rurais - e tem como principal finalidade ajudar no combate ao desmatamento e na promoção do uso sustentável dos recursos naturais do Sul do Amazonas. Cerca de 20 pessoas estiveram envolvidas nas duas capacitações.

Teste

A primeira atividade realizada foi o Treinamento para aplicação do Guia de Indicadores da Pecuária Sustentável (GIPS). Este curso teve por finalidade promover os fundamentos da pecuária sustentável e testar o uso desta ferramenta no Apuí.  

O GIPS foi criado no âmbito do Grupo de Trabalho da Pecuária Sustentável (GTPS) e lançado neste ano. Foi produzido em um processo participativo com todos os elos da cadeia produtiva da pecuária – produtores, indústria, varejo, instituições financeiras e sociedade civil.

Além do treinamento, o WWF-Brasil promoveu ainda uma apresentação desta iniciativa para o Governo do Amazonas e para as principais lideranças do setor da pecuária no Estado. Diversas secretarias, institutos e autarquias que lidam com o tema estiveram presentes.
 
Harmonia

Pecuária sustentável é um conceito que visa tornar a criação dos rebanhos uma atividade o mais natural possível – prevendo, por exemplo, o convívio harmonioso dos animais com a flora e fauna regional; que os recursos naturais sejam utilizados de forma responsável; e que as leis trabalhistas e ambientais sejam respeitadas e cumpridas.

Outros critérios levados em consideração são a proteção de nascentes; a restrição de uso de fogo no manejo de pastagens; a não aplicação de químicos na alimentação dos animais e o bem-estar deles.

Melhorias

Um dos participantes do curso foi o engenheiro florestal Lázaro Monteiro Reis. Ele considera que a pecuária no Amazonas precisa “melhorar em vários níveis”.

“O guia que vocês trouxeram dá ferramentas, indica com mais precisão onde as políticas públicas devem atuar. Considerando que a pecuária do Sul do Amazonas tem suas características particulares, vejo que o guia traz indicadores e nos ajuda na aplicação de novas técnicas, na melhoria dos processos contábeis e no aperfeiçoamento da legislação”, afirmou.

O especialista do WWF-Brasil em pecuária sustentável, Ivens Domingos, contou que a ideia, para o futuro, é aplicar os indicadores desta modalidade em algumas fazendas do Apuí – justamente para testá-los na prática e verificar como aqueles conceitos se aplicariam no município.

“É importante lembrar também que, ano passado, nós lançamos o estudo A Cadeia Produtiva da Carne Bovina no Amazonas, que tinha como objetivo conhecer e entender a cadeia produtiva da carne no Estado. Agora queremos passar para uma próxima fase, que é ajudar a promover as boas práticas produtivas”, disse o especialista.

O estudo em questão foi feito junto ao Instituto de Conservação e Desenvolvimento Sustentável da Amazônia (Idesam). Entre outras informações, ele mostrou que o Amazonas possui um rebanho de 1,3 milhões de cabeças de gado. Apuí, Boca do Acre e Manicoré – todas no Sul do estado – concentram 54% do rebanho de corte do território. O estudo revelou ainda que, nos últimos 20 anos, o rebanho bovino no Amazonas cresceu três vezes mais que a média nacional e a tendência é que a quantidade de animais continue aumentando nos próximos anos.

Cadastro

O outro curso realizado pelo WWF-Brasil foi o Treinamento sobre CAR e o uso do SiCAR. Aqui, o intuito foi explicar conceitos e tirar dúvidas sobre o Sistema Nacional que operacionaliza o CAR. O cadastro ajuda na regularização ambiental de propriedades e posses rurais de todo o País. Ele lista e organiza as informações de sítios e fazendas; e o poder público utiliza esses dados para promover ordenamento territorial. 

Atualmente, apenas 10% das propriedades rurais de Apuí possuem registros neste cadastro. Entre outras questões, os participantes viram, neste curso, como instalar programas, baixar imagens, inserir, enviar e retificar informações sobre propriedades rurais.

Experiências

Para a analista de conservação do WWF-Brasil, Lorenza Cordeiro, os treinamentos foram muito importantes por levarem, ao Apuí, temas “novos e muito atuais”.

“Tanto a questão do Cadastro Ambiental Rural quanto a da pecuária sustentável estão bem alinhadas com as discussões que o Governo do Amazonas está promovendo. A restauração florestal e o Programa de Regularização Ambiental (PRA), por exemplo, são assuntos que já estão sendo debatidos. Queremos contribuir, neste processo, com experiências possíveis de serem incluídas na política estadual”, afirmou.
Curso durou dois dias e contou com a participação de técnicos e extensionistas rurais
Curso durou dois dias e contou com a participação de técnicos e extensionistas rurais
© WWF-Brasil/ Lorenza Cordeiro Enlarge
Participantes visitaram fazendas e conheceram técnicas de redução do impacto ambiental da pecuária
Participantes visitaram fazendas e conheceram técnicas de redução do impacto ambiental da pecuária
© WWF-Brasil/ Lorenza Cordeiro Enlarge
O WWF-Brasil trabalha com pecuária sustentável há mais de uma década no Pantanal e agora está trazendo essa experiência para a Amazônia
O WWF-Brasil trabalha com pecuária sustentável há mais de uma década no Pantanal e agora está trazendo essa experiência para a Amazônia
© WWF-Brasil/ Lorenza Cordeiro Enlarge
Capa da publicação
Publicação foi lançada em 2015 e está disponível para download gratuito
© Divulgação Enlarge
Em outra iniciativa, o WWF-Brasil promoveu curso sobre o Sistema Nacional do Cadastro Ambiental Rural
Em outra iniciativa, o WWF-Brasil promoveu curso sobre o Sistema Nacional do Cadastro Ambiental Rural
© WWF-Brasil/ Lorenza Cordeiro Enlarge
O curso sobre o Sistema Nacional do Cadastro Ambiental Rural (CAR) contou com atividades teóricas e práticas
O curso sobre o Sistema Nacional do Cadastro Ambiental Rural (CAR) contou com atividades teóricas e práticas
© WWF-Brasil/ Lorenza Cordeiro Enlarge
DOE AGORA
DOE AGORA